Tentando fugir das proximidades do Z-4, Ponte Preta recebe CRB
Foto: Divulgação / AAPP

Duas equipes em situações muito diferentes na tabela da Série B 2021 se enfrentam neste domingo (7). Na 34ª rodada do certame, a Ponte Preta recebe o CRB no Moisés Lucarelli.

O clube campineiro tenta fugir das proximidades da zona de rebaixamento da Série B, enquanto os alagoanos podem chegar ao G-4 do torneio. 

Para fugir da degola

Décimo quinto colocado no torneio, a Ponte Preta tem 39 pontos - fruto de nove vitórias, doze empates e doze derrotas, com 33 gols marcados e 36 sofridos. A Macaca está apenas um ponto à frente do Londrina, 17º colocado - e primeira equipe na zona de rebaixamento do certame. Por conta disso, a ordem na Veterana é vencer. 

São três as baixas da equipe para a partida: Kevin, Richard e Cleylton estão machucados.

Treinador da Ponte, Gilson Kleina conta com a força da torcida para vencer. "Vamos fazer de tudo para vencer, com a força do nosso torcedor, inteligência e sabedoria. Do outro lado hoje temos uma equipe pleiteando acesso e precisamos nos empenhar muito, ter espírito guerreiro e foco para vencer", finalizou o técnico.

Provável escalação: Ivan; Felipe Albuquerque, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos; Yago Henrique, Marcos Júnior e Léo Naldi; Niltinho (Iago), Moisés e Rodrigão.

O sonho está logo ali

O CRB depende só de si para chegar ao G-4 da competição. Atualmente, o Galo da Pajuçara está na sexta colocação, com 54 pontos - um atrás do Goiás, quarto colocado e primeira equipe que consegue o acesso para o Brasileirão 2022. São catorze vitórias, doze empates e sete derrotas, com 42 gols marcados e 34 sofridos. Um empate não é suficiente para que a equipe chegue à quarta colocação, mas a vitória coloca a equipe no grupo.

O CRB tem apenas uma baixa: Diego Ivo, machucado, não atua.

Após se contundir ao comemorar um tento contra o Sampaio Corrêa, Allan Aal, treinador da equipe, comemorou a vitória na rodada anterior - e falou o que espera da equipe: "Coletivamente, fico muito feliz porque a nossa equipe soube competir, se entregou na partida, mas, principalmente, voltou a ter um futebol envolvente, ter ritmo de jogo, tomar iniciativa e ter uma marcação um pouco mais alta e mais forte", destacou.

Provável escalação: Reginaldo, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Claudinei, Jean Patrick e Diego Torres; Emerson , Jajá e Nicolas Careca.

Arbitragem

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Marcio Gleidson Correia Dias (PA)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

VAVEL Logo