Brasil encara Dinamarca em preparação para Copa América Feminina
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

São João para alguns, mas para a Seleção Brasileira Feminina é dia de preparação para a Copa América. Nesta sexta-feira (24), o Brasil encara a Dinamarca, às 14h, no Estádio Parken, em Copenhage.

O Brasil encara o terceiro amistoso de preparação para a competição continental que começa dia 8 e termina dia 30 de julho, na Colômbia. A equipe da técnica Pia Sundhage caiu no Grupo B, junto com Peru, Venezuela, Argentina e Uruguai.

A equipe brasileira vive um momento irregular. Nos últimos 10 jogos, foram quatro vitórias e quatro empate, além de duas derrotas. Na última competição oficial, o Brasil não venceu um jogo Torneio da França e terminou com apenas dois pontos, na frente apenas da Finlândia com um ponto.

O jogo contra a Dinamarca será o penúltimo antes da Copa América. A técnica brasileira comentou sobre os últimos jogos de preparação: 

"Acredito que esses dois jogos serão muito importantes para nós. Buscamos algumas respostas, queremos saber se estamos bem o suficiente na defesa e no ataque, principalmente marcando gols. A Dinamarca e a Suécia são equipes bem diferentes das que enfrentaremos na América do Sul, mas esses amistosos são sobre competição, velocidade de jogo, situações de um contra um. Então, se formos bem nas situações novas que treinamos, servirá para ganharmos confiança", analisou a treinadora.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil contará com o retorno da meia Luana, que se recuperou de problema no joelho esquerdo.

Possível escalação do Brasil: Lorena; Letícia Santos, Tainara, Rafa e Tamires; Adriana, Luana, Duda Santos e Kerolin; Bia Zaneratto e Debinha.

A Dinamarca vive um momento muito bom. Nos últimos 10 jogos, foram oito vitórias e apenas duas derrotas. A equipe dinamarquesa terminou as Eliminatórias para Copa do Mundo com 21 pontos, 100% e 34 gols de saldo, sendo 11 pontos a mais que a Bósnia & Hezergovina.

O técnica brasileira comentou sobre o futebol apresentado pela Dinamarca e sobre a Pernille Harder, jogadora do Chelsea e uma das melhores do mundo.

"Não sabemos se elas jogarão com três ou quatro atletas no setor defensivo. A Dinamarca tem um lado esquerdo que é realmente muito bom. Temos que preparar o time para enfrentar um adversário assim. A chave para fazermos uma boa partida é estarmos compactas. Falamos sobre compactação, mas também sobre balanço e precisamos ter certeza de que teremos um bom balanceamento na defesa e que nos movimentaremos em busca da bola. Se ganharmos a posse com a pressão alta, o meio-campo delas vai ceder e, dessa forma, criaremos chances entre as linhas. Depende de quem ficar com a bola, mas não formos bem sucedidas na pressão alta, será um outro tipo de jogo. Se elas forem bem sucedidas, teremos que ter coragem para jogar ainda na defesa. Temos que estar preparadas para todos os tipos de cenários, por isso é tão importante jogarmos contra diferentes equipes e, principalmente, as de alto nível. Será um bom desafio para nós", pontuou.

Possível escalação do Dinamarca: Jacobsen, K. Holmgaard , Boye, S. Holmgaard, Kuhl, Junge, Andersen, Savava, Madsen, Harder e Bruun.

VAVEL Logo