Em terceiro confronto em finais, o que esperar de Liverpool e Real Madrid na Champions League?
Foto: Divulgação/UEFA

O jogo mais aguardado da temporada está prestes a começar. Neste sábado (28), Liverpool e Real Madrid fazem a grande final da Champions League 2021-22 no Stace de France, em Paris. O jogo está previsto para início às 16h, no horário de Brasília.

Liverpool e Real Madrid em final de Champions League tem se tornado um frequente, já que os dois times fazem o duelo na decisão pela terceira vez. Cada equipe saiu vencedor. Os Reds venceraam a Taça dos Campeões de 1980-81, quando derrotaram os espanhóis por 1 a 0, com gol de Kennedy aos 82 minutos no Parc des Princes, atual casa do PSG, em Paris.

O Real Madrid conquistou a tão sonhada taça da Liga dos Campeões contra o time inglês na temporada 2017-18, quando venceu por 3 a 1 no Estádio Olímpico, em Kiev, na Ucrânia. Benzema e Gareth Bale, duas vezes, foram os autores dos gols da equipe merengue. Mané marcou para o Liverpool.

Os dois times fizeram uma campanha incrível até a finalíssima da competição. O Liverpool teve que passar pelo grupo da morte com Atlético de Madrid, Porto e Milan - os dois últimos se tornaram campeões nacionais desta temporada 2021-22. Como se não bastasse, o time do Jürgen Klopp passou com 100% de aproveitamento, vencendo todos os seis jogos.

Foto: Divulgação/UEFA
Foto: Divulgação/UEFA

Nas oitavas, outro peso dos grandes. A Inter de Milão que se tornou campeã da Copa Itália contra a Juventus no fim da temporada. Nas fases seguintes, venceu o Benfica e o Villarreal. Em 12 partidas na atual edição, os Reds marcaram 30 gols, sendo o segundo melhor ataque, perdendo apenas para o Bayern de Munique, que marcou um tento a mais. O Liverpool foi uma máquina de gols também na Premier League, onde marcou 94, ficando atrás só do campeão Manchester City (99).

O Real Madrid também vem com muita moral para o duelo, já que conquistou a LaLiga com facilidade e com o melhor ataque e melhor defesa. Foram 80 gols marcados e 31 sofridos. Na Champions League, a campanha do time espanhol é de filme de Hollywood. Na primeira fase, passou no grupo com Inter de Milão, Shakhtar Donetsk e Sheriff Tiraspol, da Moldávia.

No mata-mata, o time de Carlo Ancelotti só enfrentou time pesado. O PSG de Messi, Neymar e Mbappe nas oitavas, no qual perdeu na França por 1 a 0 e marcou três gols na volta nos últimos 30 minutos com hat-trick de Benzema. Nas quartas, outro confronto de tirar o fôlego, dessa vez, diante do Chelsea. Vitória em Londres por 3 a 1. Na volta, o Chelsea abriu 3 a 0, mas viu Rodrygo diminuir aos 80, e na prorrogação, Benzema marcar o gol da classificação.

Foto: Divulgação/UEFA
Foto: Divulgação/UEFA

Na semifinal, o confronto mais incrível. Diante do badalado Manchester City do Pep Guardiola, o Real Madrid perdeu na Inglaterra por 4 a 3 em um jogaço. Na volta, saiu atrás no placar aos 73, com Mahrez. O duelo já dava como encerrado, até que Rodrygo aos 90 e aos 91, virou o confronto e levou o Real para mais uma prorrogação. Aos 95, Benzema marcou de pênalti e garantiu os Merengues na grande decisão. Junto com o Liverpool, o Real Madrid tem um dos melhores ataques da Champions, com 28 gols marcados.

  • Duelo dos melhores da temporada

Além de todo coletivo fortíssimo do Liverpool e Real Madrid, as duas equipes contam com armas poderosas e que estão entre os melhores do mundo.

Mohamed Salah briga entre os melhores do mundo e é um dos favoritos para a conquista da Bola de Ouro, prêmio entregue pela revista francesa France Football ao melhor jogador do mundo. O egípcio marcou 23 gols na Premier League e se tornou artilheiro da competição pelo segundo ano consecutivo. Na atual edição, o atacante marcou oito gols na Champions League e figura na quarta posição na artilharia.

O grande favorito ao prêmio de melhor do mundo desta temporada é Benzema. O atacante francês foi decisivo em todos os jogos jogos da equipe no mata-mata, onde marcou dois hat-tricks contra o PSG e Chelsea que foram fundamentais para a classificação espanhola.

Benzema é o atual artilheiro da competição com 15 gols e deve terminar a competição na artilharia, independente se marcar ou não. Como se não bastasse, Benzema foi artilheiro da LaLiga com 27 gols e vice-líder no ranking de assistências com 12 passes diretos para gol.

  • Técnicos no topo

Jürgen KloppCarlo Ancelotti são dois dos melhores técnicos do mundo há anos. O treinador alemão do Liverpool busca o segundo título de Champions League, já que conquistou uma pelo time inglês. Será a quarta final de Klopp. Além de ganhar uma, perdeu duas, uma para o próprio Real Madrid e outra para o Bayern de Munique, quando ainda estava no comando do Borussia Dortmund.

Foto: Divulgação/UEFA
Foto: Divulgação/UEFA

No comando dos Reds na atual temporada, Klopp tem 62 partidas, sendo 49 vitórias, 10 empates e apenas três derrotas. O alemão conquistou a Copa da Liga e a FA Cup. Terminou a Premier League em segundo e tenta o terceiro título na temporada.

"Precisamos estar no mais alto nível possível. Obviamente, nós tivemos grandes jogos nessa temporada, jogamos muito bem. Não estamos aqui por acaso, não recebemos um ingresso pra participar, ou algo desse tipo. Nós também merecemos. E poder sermos nós no mais alto nível seria legal. Se pudermos fazer isso, ótimo'', disse o treinador antes da final.

Carlo Ancelotti vive uma ótima fase, após não se sair bem no Everton. O treinador italiano conquistou a LaLiga e tenta o 14º título da Champions League pelo Real Madrid. Após ser campeão espanhol nesta temporada, Ancelotti se tornou o primeiro téncico da história a conquistar todos as quatro principais ligas da Europa. Campeão com o inglês com o Chelsea, italiano com o Milan, alemão com o Bayern de Munique e espanhol com o Real. Na atual temporada, foram 55 jogos, 38 vitórias, oito empates e nove derrotas. 

Caso se torne campeão nesta temporada, Ancelotti se tornará o treinador com mais títulos na história da competição. Atualmente, são três conquistas. Em 2002-03 e 2006-07 com o Milan e em 2013–14 com o próprio Real Madrid. Apenas Zidane e Bob Paisley, técnicos lendários do Real e Liverpool, respectivamente, também tem três 'orelhudas'.

Foto: Divulgação/UEFA
Foto: Divulgação/UEFA

"Numa final tudo pode acontecer e temos que estar prontos para tudo. Chegamos muito bem nesse momento, creio que vamos dar nosso melhor, mas não estou convencido de que isso é o suficiente para ganhar. No futebol tem algo que você não pode controlar. Mas tem sempre o mesmo sabor, temos que aproveitar e não pensar tanto. Temos que aproveitar assim que o árbitro apitar", disse o técnico.

VAVEL Logo