Dorival Júnior elogia Felipão e cita que preparação do Flamengo precisa ser melhor
Foto: Divulgação | Libertadores

Na noite desta quarta-feira (7), o Flamengo confirmou o passaporte para a final da libertadores, venceu o Vélez por 2 a 1, com 6 a 1 no agregado, no Maracanã. Após o duelo, o técnico Dorival Júnior elogiou ao elenco rubro-negro e projetou a decisão, contra um velho conhecido, Felipão.

"Na primeira etapa, nossa marcação não encaixava. Eles estavam saindo ora por fora, e em seguida, por dentro com os volantes. Quando conseguimos encostar, eles invertiam o processo, saíam por dentro com os volantes e por fora usando os laterais. No segundo tempo, a função do Pedro e do Cebolinha mudaram um pouco. Nós jogamos os dois por dentro, marcando a iniciação nos volantes e abrindo os meias para que pudesse bater em cima dos laterais. A partir daí, conseguimos retomar a bola no campo ofensivo. Acho que a produtividade melhorou de um modo geral. Criamos muito mais oportunidades e sofremos um pouco menos, principalmente na iniciação das jogadas."

O treinador também explicou a opção por escalar Cebolinha na ponta direita, até porquê, escolha rendeu debates nas redes sociais.

"O Cebolinha é uma função treinada, tanto de um lado quanto do outro. Para não mexer em duas posições, onde o Pedro está se dando bem, eu apenas troquei a função do Cebolinha, porque ele também vem trabalhando pelo lado direito. Com isso, com a saída do Gabriel, alteraríamos apenas uma função. Coincidentemente, quando houve a troca, conseguimos o gol de empate já que o Pedro fez o gol pelo setor onde o Cebolinha havia iniciado."

TREINADOR ADVERSÁRIO 

Dorival Júnior também mostrou enorme carinho pelo adversário na final e cobrou reconhecimento ao técnico do Athletico-PR , que chegou em sua quarta decisão de Libertadores.

"Felipão é uma referência para todos nós, foi meu treinador em 93, uma pessoa que tenho carinho e admiração. Em qualquer outro país no mundo seria reconhecido por tudo aquilo que já realizou e vem fazendo. É um dos mais vitoriosos do país e talvez do mundo. Enfrentá-lo não é simples porque é um cara acostumado a grandes resultados. Teremos que nos preparar melhor em relação ao ano passado, não que em 2019 a gente não tenha se preparado bem, mas temos que fazer o nosso melhor jogo da temporada," concluiu.

A final da Libertadores entre Athletico-PR e Flamengo acontecerá em 29 de outubro no estádio Monumental, em Guayaquil, no Equador. A próxima partida do Rubro-Negra será contra o Goiás neste domingo (11), às 19h, no estádio Hailé Pinheiro.

VAVEL Logo