Brasil enfrenta Croácia em busca da primeira vaga às semis da Copa do Catar
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Em mais uma quartas de final de Copa do Mundo em sua história, o Brasil dessa vez enfrenta a Croácia às 12h da próxima sexta-feira (9), no Estádio da Cidade da Educação. Quem vencer passa de fase, que perder está fora. Em caso de empate a partida vai para a prorrogação e com o empate persistindo, a partida vai para as penalidades máximas.

Na fase de grupos a Croácia passou pelo grupo F com cinco pontos, ficando dois abaixo de Marrocos, um acima da Bélgica e cinco do lanterna Canadá. No grupo G o Brasil ficou com seis pontos, empatado com a Suíça, dois pontos acima de Camarões e cinco da Sérvia.

Retrospecto

Brasil e Croácia se enfrentaram quatro vezes na história, com três vitórias da Seleção e um empate, onde a Croácia nunca venceu. Em Copas do Mundo o Brasil encarou a Croácia duas vezes e venceu as duas. O último jogo em Copas foi em 2014, quando o Brasil venceu por 3 a 1, de virada, quando Marcelo abriu o placar com um gol contra, Neymar empatou, virou e Oscar fechou a vitória.

Em busca da final!

A Croácia chega para essa Copa com moral. A seleção vem do vice em 2018, quando perdeu para a França na finalíssima, com uma vitória categórica de 4 a 2, quando Mandzukic abriu o placar com um gol contra, mas Perisic empatou. Após isso Griezmann, Pogba e Mbappé marcaram, dando a vantagem para a França, até que Mandzukic descontou e fechou o placar.

Chegando em mais uma quartas de final, a Croácia passou pelo Japão nas oitavas, empatando o jogo em 1 a 1 na última segunda-feira (5), quando Maeda abriu o placar para os japoneses e Perisic empatou para os croatas. Nos pênaltis a Croácia venceu por 3 a 1 se classificou.

Zlatko Dalic, técnico da Croácia, falou sobre as dancinhas do Brasil ao comemorar os gols, colocou o Brasil como favorito a vencer a Copa e exaltou sua equipe: “Eles têm a sua forma. Comemoram como sabem, como estão acostumados. Eu não gostaria de ver os meus jogadores comemorando dessa forma, mas é uma cultura diferente. É legal de ver. Nunca subestimem a Croácia, somos um país pequeno, de 4 milhões de pessoas, mas que lutamos pelo que queremos. Tite possui o melhor time do Mundial, com um elenco brilhante e será um jogo diferente do que jogamos até agora e, olhando realisticamente, é o melhor time da Copa do Mundo, um grande elenco, chega a ser aterrorizante”.

Tendo apenas Sosa como dúvida para a partida, além de ter os pendurados Lovren, Modric, Kovacic e Barisic, o provável time da Croácia para a partida é: Livakovic, Juranovic, Lovren, Gvardiol e Barisic; Modric, Brozovic e Kovacic; Kramaric, Petkovic e Perisic.

O esquadrão croata em treinamento (Foto: Divulgação/Croácia)
O esquadrão croata em treinamento (Foto: Divulgação/Croácia)

Rumo ao Hexa!

O Brasil, na Copa de 2018, parou na Bélgica, justamente nas quartas de final, quando perdeu por 2 a 1 com um gol contra de Fernandinho e um gol de De Bruyne, enquanto Renato Augusto descontou. Dessa vez a Seleção quer voltar às semis e apagar o trauma do 7 a 1 na última semi que disputou.

E jogando nas oitavas o Brasil passou por cima da Coreia do Sul, goleando por 4 a 1 na última segunda-feira (5), com gols de Vinícius Júnior, Neymar, Richarlison e Lucas Paquetá, enquanto Paik Seung-Ho descontou.

Na última coletiva antes do jogo Tite praticamente descartou usar Alex Sandro na partida, além de defender seus jogadores nas dancinhas como forma de comemoração: “O Alex Sandro vai treinar de tarde para ver a disponibilidade de ir ao jogo. A tendência é não ir, pois não tem um trabalho forte ainda. São lesões diferentes (em comparação a Neymar e Danilo). Não é minha seleção. É a seleção brasileira, que tenho responsabilidade de ser técnico. Eu lastimo muito e não vou fazer comentários de quem não conhece a história e cultura do Brasil, o jeito de ser. Aqueles que eu trabalho e realmente me conhecem e sabem de bastidor, se tiver que dançar, vou dançar. Só que tenho que treinar mais. Pescoço é duro”.

Não tendo Alex Telles e Gabriel Jesus, lesionados, além de Alex Sandro, que ainda é dúvida para essa partida, e tendo os pendurados Éder Militão, Bruno Guimarães e Fred, o provável Brasil para a partida é: Alisson, Éder Militão, Thiago Silva, Marquinhos e Danilo; Casemiro, Lucas Paquetá, Raphinha, Neymar e Vinícius Júnior; Richarlison.

Arbitragem e transmissão

Michael Oliver será o árbitro da partida, tendo Stuart Burt e Gary Beswick, com todos vindo da Inglaterra. O VAR terá comando do holandês Pol Van Boekel.

A partida, além do tempo real com todos os lances e emoções aqui na VAVEL Brasil, terá transmissão na TV aberta pela Globo, na TV fechada pelo Sportv, nos apps de streaming Globoplay e Fifa+, além de estar na CazéTV, na TwitchTV e no YouTube.

VAVEL Logo