Fabiano Soares expõe razão para revés do Atlético-PR: "Não trabalhamos bem a bola"

Com o resultado, o time ocupa a 11ª colocação na tabela de classificação, com 42 pontos

Fabiano Soares expõe razão para revés do Atlético-PR: "Não trabalhamos bem a bola"
Foto: Divulgação/PedroVilela/Getty Images

Gosto amargo para o torcedor do Furacão. Após estar invicto há três rodadas -  sendo duas vitórias e um empate - o Atlético-PR acabou perdendo para Cruzeiro, neste domingo (05), no Mineirão.

Com a derrota, os rubro-negros perdem duas posições e ficam na 11ª colocação. Para o técnico Fabiano Soares, o time poderia ter saído com um bom resultado devido o melhor aproveitamento em campo.

"Fico contente com o que jogamos. Estamos criando dentro e fora de casa. Infelizmente, não conseguimos a vitória. Criamos mais ocasiões que o Cruzeiro e fomos melhores. Mesmo não circulando muito a bola, tivemos boas chances”, disse.

De olho na vaga para a Copa Libertadores, o furacão encara logo o líder Corinthians, na próxima quarta-feira (08). O comandante carioca argumenta que o ingrediente para a próxima partida será jogar na Arena da Baixada.

"Vamos enfrentar o líder e temos que tentar ganhar. Jogaremos diante da nossa torcida. Espero que com a apoio de nosso torcedores possamos superar o Corinthians ”, enfatizou.

E o  zagueiro Paulo André, voltou ao time titular neste domingo, ressaltou que o grupo precisa criar mais intensidade para conquistar os objetivos: “Temos mais seis jogos que temos encarar como se fossem decisões. Temos uma possibilidade grande que a Libertadores seja G9 e não podemos peder mais chances de atingir nossa meta neste ano. Se tudo convergir nesse sentido, a gente que não pode falhar e deixar escapar. A cobrança interna existe, é saudável. O G7 ficou mais distante, mas as duas outras posições são possíveis, se a gente fizer por merecer”, falou.