Claudinei Oliveira destaca atuação do Avaí após empate no clássico: "Criamos para vencer"

Leão esteve atrás do placar em três oportunidades, mas buscou o 3 a 3 na Ressacada; técnico avaiano também ressaltou poder de reação da equipe contra o Figueirense

Claudinei Oliveira destaca atuação do Avaí após empate no clássico: "Criamos para vencer"
Foto: Divulgação/Avaí FC

Em um clássico muito movimentado na Ressacada, o Avaí esteve atrás do placar três vezes, mas buscou o empate em 3 a 3 contra o Figueirense. O Leão chegou aos sete pontos, na 3ª colocação do Campeonato Catarinense e manteve o rival perto de seu alcance - o Alvinegro ocupa a vice-liderança, com 10.

O técnico Claudinei Oliveira aprovou a atuação do seu time e destacou que, pelo volume de chances criadas, o Avaí poderia ter saído com um resultado ainda melhor se não fossem as falhas defensivas.

"O Avaí queria e merecia a vitória. Pelo que foi o jogo, o Avaí jogou para vencer, com uma proposta de mais posse, atacando, mas nesse jogo temos que errar pouco. Só que tivemos falhas e sofremos os gols, mas soubemos reagir. Empatamos, pelo volume de jogo poderíamos ter vencido. O jogo tecnicamente do Avaí acho que foi o melhor até agora, passes, fiquei satisfeito. Mas nem sempre o resultado é atrelado à performance. Foi empate, mas jogamos para vencer", avaliou.

+ Avaí empata com Figueirense após ficar três vezes atrás do marcador

Claudinei ressaltou também que, mesmo com o sentimento de que poderia ter buscado um resultado melhor, a equipe mostrou poder de reação e uma boa postura diante do novo estilo de jogo que está tentando implantar.

"Você joga contra grandes times na Série A, e tentávamos reagir, mas não conseguíamos. Agora estamos mudando a característica da equipe. Estamos buscando ter o caminho de um jogo mais bem jogado. O Avaí buscou o jogo, triangulou e mostrou evolução. Vamos continuar buscando, enquanto achar que este é o melhor caminho. Acabamos tomando três gols e eu não gosto; é muito gol sofrido. Mas tivemos poder de reação: viramos contra o Joinville há uma semana. Nunca faltou essa luta. As vezes as trocas não conseguíamos fazer, mas montamos o time mudando na parte da frente, temos atletas mais leves e que criam mais situações de gol", disse.

Atrelada à questão de mudança de estilo de jogo, o Avaí hoje teve a estreia do meio-campista André Moritz. Claudinei elogiou a primeira partida do jogador e tem expectativa que ele possa contribuir ainda mais.

"Passa pela mudança de característica da equipe. Ele tem qualidade, vira bem o jogo, finaliza de média distância. Ele tem que pisar na área e fez isso no segundo tempo. É um jogador alto, também pode fazer gol de cabeça. Se ele fizer isso, vai fazer muitos gols, vai nos ajudar bastante", afirmou.

Na próxima quarta-feira (31), o Avaí joga novamente em casa, diante do Concórdia, às 20h30 (horário de Brasília). Para esta partida, Claudinei Oliveira não vai poder contar com o volante Judson, que está suspenso pelo acúmulo de três cartões amarelos.