Juninho marca dois, Bahia vence Atlético-MG e quebra tabu de 32 anos

Volante marcou dois gols e garantiu a vitória do time baiano que não conquistava triunfo em Belo Horizonte desde 1985

Juninho marca dois, Bahia vence Atlético-MG e quebra tabu de 32 anos
Juninho marcou os dois gols e garantiu a vitória do Bahia diante do Galo no Horto (Foto: Thomás Santos)
Atlético-MG
0 2
Bahia
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Rafael Carioca (Luan, min. 46), Elias (Rafael Moura, min. 69), Marlone (Valdívia, min. 57) e Cazares; Fred. Técnico: Roger Machado.
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Juninho, Vinícius (Éder, min. 63), Zé Rafael (Gustavo Ferrareis, min. 75) e Mendoza; João Paulo (Régis, min. 71). Técnico: Jorginho.
Placar: 0-1, Juninho, min. 12. 0-2, Juninho, min. 87.
ÁRBITRO: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP), auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP) | Cartões amarelos: Bremer (CAM, min. 2), Matheus Sales (BAH, min. 33), Victor (CAM, min. 33), Matheus Reis (CAM, min. 33), Fred (CAM, min. 53), Adilson (CAM, min. 55), Jean (BAH, min. 65), Eduardo (BAH, min. 72), Éder (BAH, min. 83)
INCIDENCIAS: Confronto válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, disputada na Arena Independência

Nesta quarta-feira (19), o Atlético-MG recebeu o Bahia pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A e saiu derrotado por 2 a 0.

Diferente do que aconteceu nos últimos anos, quando o time mineiro tinha o Horto como um verdadeiro caldeirão, o Galo viu Juninho brilhar e garantir a vitória do tricolor da boa terra.

A sequência do Atlético-MG é decepcionante jogando em casa, em oito jogos, são duas vitórias, dois empates e quatro derrotas. Com o triunfo, o Bahia subiu para o 12º lugar, com 19 pontos, já o Atlético-MG tem um ponto a mais e está em 11º.

Pênalti marcado e Bahia na frente

O jogo começou bastante equilibrado, o Atlético-MG e o Bahia trocavam passes em busca de uma boa chance. A história começou a mudar aos 11 minutos, quando Juninho cobrou escanteio, a zaga cortou mal e na sobra, Zé Rafael foi derrubado por Fred. Na cobrança, Juninho deslocou Victor e fez 1 a 0 para o tricolor baiano.

Depois de sofrer o gol, o Galo se perdeu em campo e viu o Bahia manter a posse de bola e tentar chegar ao segundo gol. Com problemas no último passe, o time do técnico Jorginho tentava arriscar de fora da área, sem levar muito perigo.

Depois do domínio baiano, o Atlético-MG voltou ao jogo e teve duas boas chances com o ataque Fred, que primeiro acertou a trave e depois chutou em cima do goleiro Jean, um dos destaques do Bahia na partida.

Galo pressiona, mas Juninho marca golaço e garante a vitória

Em desvantagem no placar, o técnico Roger Machado mexeu e voltou com Luan no lugar de Rafael Carioca, deixando o ataque do Galo ainda mais forte em busca do empate.

Com essa ajuda na linha de frente, Fred teve boas chances, mas em todas parou no goleiro Jean, que fechou o gol do tricolor baiano. O Atlético-MG ainda aproveitou que o Bahia se fechou para garantir o resultado, trocando um meia – Vinicius – pelo zagueiro Eder.

Vendo o adversário com os 11 jogadores atrás do meio campo, o Galo foi com tudo em busca do empate e apostou na entrada de Rafael Moura no lugar de Elias.

Com dois homens de área, o Atlético-MG começou a levantar a bola na área para tentar aproveitar Fred e He-Man, mas viu o ex-zagueiro atleticano Tiago fazer ótima partida e cortar a maioria dos cruzamentos.

Numa saída em contra-ataque puxado por Mendoza, o colombiano tocou para Régis que rolou para Juninho, que de fora da área marcou um golaço aos 42 minutos do segundo tempo e acabou com a esperança atleticana de empatar a partida. 


Share on Facebook