Renatinho classifica eliminação contra Aparecidense como 'fatalidade' e indica apoio do presidente

Em entrevista coletiva após o treino de hoje, Renatinho pregou confiança para o clássico contra o Flamengo

Renatinho classifica eliminação contra Aparecidense como 'fatalidade' e indica apoio do presidente
Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Após o treino desta sexta-feira (9), no Estádio Nilton Santos, o meio-campo Renatinho concedeu entrevista coletiva e falou sobre a reunião da diretoria com o elenco e de sua expectativa pela titularidade no clássico contra o Flamengo neste sábado (10), pela semifinal da Taça Guanabara.

Ao fim do treino de hoje o elenco permaneceu no campo anexo do estádio onde conversaram com o presidente do clube, Nelson Mufarrej, com o VP de Futebol Gustavo Noronha e com o VP Executivo Luis Fernando Santos.

Nelson Mufarrej e Gustavo Noronha em conversa com o elenco (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Ao ser questionado sobre a reunião o meia esclareceu: "Tivemos mesmo essa conversa com o Presidente e ele nos apoiou, nos deu confiança para esse jogo importante que teremos. Falou sobre essa fatalidade que foi a eliminação na Copa do Brasil e sabemos da responsabilidade que temos. Foi difícil dormir, mas passou, não podemos mudar isso, só que uma vitória contra o Flamengo pode melhorar um pouco essa situação", disse Renatinho.

Ao chegar ao clube, Renatinho foi objetivo e disse não estar tão bem fisicamente para já chegar com a titularidade, após quase um mês no clube o atleta voltou a falar sobre isso e mostrou evolução"Estou 90% condicionado. O professor Felipe ainda não definiu a equipe e estou com uma esperança, né. Vamos ver. Tive a felicidade de marcar o gol contra o Flamengo pelo Paraná e espero fazer novamente", ressaltou.

Desde que chegou ao clube de General Severiano, Renatinho ainda não teve muitos minutos em campo para desempenhar seu trabalho, foram somente 11 minutos em campo (x Macaé), 19 minutos (x Boavista), 7 minutos (x Madureira) e 11 minutos (x Aparecidense), sempre entrando nos minutos finais, mesmo assim parece ter agradado a torcida alvinegra. O atleta agora vive a expectativa de iniciar a partida contra o Flamengo neste sábado (10).

"Isso é legal. Sinal que um pouquinho do que eu pude demonstrar agradou a torcida. Espero dar ainda mais alegrias ao nosso torcedor. Por que não amanhã?", afirmou.