Sobrevivente de acidente aéreo, zagueiro Neto deve voltar aos gramados em 2018

Zagueiro voltou a treinar com a equipe da Chape, mas sentiu o joelho e pode fazer nova cirurgia; expectativa é que o jogador esteja preparado para fazer a pré-temporada no próximo ano

Sobrevivente de acidente aéreo, zagueiro Neto deve voltar aos gramados em 2018
Foto: Sirli Freitas / Assessoria da Chapecoense

Um dos jogadores sobreviventes do acidente aéreo junto com a equipe da Chapecoense, o zagueiro Neto voltou a treinar junto com o elenco e participou  tradicional "bobinho" com os demais jogadores e depois fez um circuito físico. Entretanto, o jogador só voltará a entrar em campo em 2018. Em abril deste ano, o atleta havia iniciado o treinamento em campo, junto com algumas atividades físicas, mas não estava totalmente integrado ao elenco principal.

O zagueiro sentiu dores no joelho e realizou sessões de fisioterapia, mas a possibilidade de fazer nova cirurgia não foi descartada. Neto passou por um procedimento na coluna e outra no joelho direito, e atualmente se recupera de uma cirurgia na vesícula, sendo assim, o jogador perdeu massa muscular e precisa de preparo físico. Diante disso, Neto não voltará aos gramados ainda neste ano, mas, a expectativa é que o atleta volte a atuar na pré-temporada junto com a equipe. O departamento médico da Chapecoense, irá esclarecer com mais detalhes o caso do atleta nos próximos 15 dias. 

De acordo com o fisioterapeuta Guilherme Dias Carli, o zagueiro iniciou a fase de transição. Neto saiu departamento médico, mas não está totalmente integrado ao elenco principal. "Ele ainda não tem a força ideal comparado a ele mesmo mas já foi liberado para fazer alguns exercícios", disse.

Em 28 de novembro de 2016, a aeronave que levava o elenco do clube de Chapecó para a Colômbia, onde o time disputaria a final da Copa Sul-Americana, caiu por falta de combustível. Ao todo, 71 pessoas morreram (19 jogadores, 20 jornalistas, 14 integrantes da comissão técnica, nove dirigentes, dois convidados e sete tripulantes) e apenas 6 sobreviveram, entre eles o zagueiro Neto.