Fora do Corinthians, Pablo tem ausência sentida por colegas em entrega da taça

Ainda no gramado da Arena Corinthians, antes e após de erguerem a taça, os jogadores do Corinthians comentaram a ausência do zagueiro Pablo que foi vetado pela diretoria para a festa do Hepta

Fora do Corinthians, Pablo tem ausência sentida por colegas em entrega da taça
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Os jogadores corinthianos enfim levantaram a taça do Brasileirão neste domingo, após o empate em 2 a 2 com o Atlético Mineiro, na Arena Corinthians. Apesar da atmosfera festiva entre a torcida, atletas, comissão técnica e diretoria, nem todos os momentos deste domingo foram flores. Logo após o apito final, os jogadores do Timão concederam entrevistas ainda no gramado, e comentaram a ausência do zagueiro Pablo durante a partida e entrega da taça.

Companheiro de zaga durante toda a temporada, o paraguaio Balbuena foi sincero ao ser perguntado sobre a saída tumultuada do seu parceiro defensivo, relevou mágoa em não tê-lo durante a comemoração neste domingo e também uma última tentativa de fazer Pablo participar da entrega das medalhas.

"Logicamente ficamos tristes. Uma situação assim é difícil. É uma situação pessoal dele, não posso interferir. A gente fica triste pelo fato de que a gente queria que ele estivesse, assim como Matheus (Vidotto) e Vilson. São jogadores importantes no nosso grupo. A gente queria todo mundo presente. Falamos com eles para eles poderem vir, porque isso é de todos nós, não só jogadores, diretoria, comissão técnica, pessoal da cozinha, Arena, rouparia e nossa torcida", declarou.

O meia Rodriguinho seguiu o mesmo discurso do camisa 4 do Timão e abordou o assunto com sinceridade, admitindo que o zagueiro deveria estar presente na entrega do troféu e também das medalhas, já que fez parte da campanha vitoriosa do Timão no ano inteiro de 2017.

"Posso falar por mim, porque tivemos pouco tempo para falar sobre isso: poderia acontecer com qualquer um. Eu queria que ele estivesse aqui já que ele foi uma peça muito importante para a gente. Mas são coisas que acontecem no futebol, não podemos tomar partido, é algo que vai além da gente, entre diretoria e jogador. Mas eu particularmente queria que ele estivesse aqui com a gente", comentou.

Vale lembrar que Pablo foi afastado no último sábado, um pouco antes do treino aberto a torcida na Arena Corinthians. A decisão da diretoria ocorreu após o zagueiro e o seu empresário Fernando César fracassarem nas tentativas de renovação com o Timão, e também após de ser confirmado que o atleta estava sendo oferecido aos rivais do Timão. O atleta deixa o clube pelas portas do fundo com dois títulos conquistados neste ano: Paulistão e Brasileirão.