Goiás goleia CRB no Serra Dourada e fica perto de garantir permanência na Série B

Esmeraldino vence Galo da Pajuçara por 3 a 0 e chega aos 44 pontos na classificação; gols foram marcados por Rossi, Murilo e Marcão

Goiás goleia CRB no Serra Dourada e fica perto de garantir permanência na Série B
Foto: Divulgação/Goiás E.C
Goiás
3 0
CRB
Goiás: Márcio; Suelinton, Wesley Matos, David Duarte e Juninho; Adriano, David e Léo Sena (Murilo); Rossi, Walter (Marcão) e Léo Gamalho (Léo Lima). Técnico: Gilson Kleina
CRB: Bruno; Marcos Martins, Adalberto, Gabriel e Diego; Peri (Welinton Júnior), Glaydson Almeida, Matheus Galdezani, Roger Gaúcho (Luidy) e Gerson Magrão (Éder Loko); Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior
Placar: 1-0, min. 10, Rossi. 2-0, min. 69, Murilo. 3-0, min. 88, Marcão.
ÁRBITRO: Rodrigo Batista Raposo (DF) apitou a partida, auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO). Público presente: 1.001 pessoas.

Com um pequeno público em uma noite calorosa no Serra Dourada, o Goiás não se abalou ao CRB e venceu tranquilamente por 3 a 0, em partida válida pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016. Com uma excelente participação do ataque, o Esmeraldino ficou perto de garantir matematicamente a permanência na Série B chegando aos 44 pontos, na 13ª colocação. A equipe do CRB permanece na sétima posição, com 49 pontos.

Os gols da partida foram marcados por Rossi no primeiro tempo, e Murilo e Marcão, na etapa final. A partida foi marcada pelo menor público do Goiás nessa Série B com 1.001 presentes.

A próxima partida do Verdão será o clássico contra o líder Atlético-GO, no estádio Serra Dourada, no próximo sábado (29), ás 17h. O CRB joga em casa contra o Náutico, no Rei Pelé, também no sábado (29), ás 17h30.

Primeiro tempo pegado, mas Goiás sai na frente

Logo no começo do jogo, Goiás e CRB demonstravam vontade de fazer seu trabalho e buscar os três pontos. A equipe alagoana, mesmo jogando fora de casa, partia com entusiasmo para o ataque, mas sempre parava na marcação eficiente do time goiano. 

A primeira chegada de perigo veio quando em escanteio cobrado, o zagueiro David Duarte subiu de cabeça e obrigou o goleiro Bruno a fazer boa defesa e mandar para um novo escanteio. Ninguém imaginou que a cena ia se repetir, mas novamente David Duarte subiu para cabecear, Bruno espalmou para o meio da área e Rossi só empurrou para a rede. Era o primeiro gol do Goiás no jogo e o nono gol de Rossi no campeonato, artilheiro do time na competição.

As principais jogadas de perigo saiam do time da casa. Walter recebeu um passe magistral na entrada da área e bateu rasteiro para Bruno resvalar na bola e ela tocar a trave. Logo após isso, ambas as equipes disputavam muito a bola no meio de campo e erravam muitos passes.

Ainda deu tempo para um pouco de confusão. Zé Carlos deu uma cotovelada em Suelinton, e que gerou uma série de reclamações entre jogadores do Goiás e CRB, porém, tudo foi rapidamente contido e o atacante regatiano foi advertido com o cartão amarelo.

Goiás domina segundo tempo e garante vitória

A partida no segundo tempo foi praticamente dominada pelo Goiás do começo ao fim, mesmo com a vontade do CRB de buscar o empate tentando ataques com velocidade, a marcação do Verdão continuava forte.

As primeiras oportunidades do time de Gilson Kleina ampliar o placar começaram a surgir logo no começo com chute de fora da área de Léo Sena. Não demorou muito para a qualidade de Walter aparecer, e com um passe bonito na ponta para Murilo, o atacante esmeraldino cortou para o meio e bateu forte para a rede. Era o segundo gol esmeraldino e o primeiro de Murilo na Série B.

O CRB só conseguiu responder com perigo pela primeira vez em finalização de Zé Carlos, em que Márcio aplicou ótima defesa. A equipe esmeraldina só contava os minutos e ia administrando a partida e os contra-ataques até o final.

Em um desses contra-ataques, Suelinton puxou a bola no meio de campo e viu Marcão passar entre dois zagueiros regatianos. Ele recebeu a bola e tocou na saída do goleiro Bruno para fechar o placar no Serra Dourada. Ele chegou à tirar a camisa para comemorar e recebeu o cartão amarelo.