Com gol de Vitinho, Internacional vence Flamengo e sai do Z-4

Em segundo tempo eletrizante, Colorado ganhou de virada do Rubro-Negro carioca

Com gol de Vitinho, Internacional vence Flamengo e sai do Z-4
Foto: Getty Images
Internacional
2 1
Flamengo
Internacional: Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Anselmo, Gustavo Ferrareis (Eduardo Sasha, min. 00/2ºT), Alex e Seijas (Valdívia, min. 17/2ºT); Vitinho.
Flamengo: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz, Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego; Gabriel (Alan Patrick, min. 21/ºT), Guerrero e Éverton (Fernandinho, min. 17/1ºT).
Placar: 0-1, min. 11/2ºT - Réver. 1-1, min. 20/2ºT - Eduardo Sasha 2-1, min. 35/2ºT - Vitinho
ÁRBITRO: WILTON PEREIRA SAMPAIO - GO. Advertidos: Paulão (min. 45/1ºT), Alex (min. 46/1ºT), Guerrero (min. 7/2ºT), Vitinho (min. 36/2ºT)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 31ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO, REALIZADA NO ESTÁDIO BEIRA-RIO

Em tarde muito inspirada do atacante Vitinho, o Internacional venceu o Flamengo por 2 a 1, na tarde deste domingo (16), no Estádio Beira-Rio, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols da partida foram marcados por Réver pelo lado Rubro-Negro, e Eduardo Sasha e Vitinho fizeram os colorados.

A conquista dos três pontos para a equipe gaúcha significou a saída da zona de rebaixamento, com o time do Inter indo parar momentaneamente na 14ª colocação, com 36 pontos somados. Os comandados do técnico Celso Roth volta a campo pelo Brasileirão no próximo domingo (23), no clássico Gre-Nal, às 17h, na Arena do Grêmio.

Para o time carioca, a derrota no Rio Grande do Sul manteve o time na 2ª posição com 60 pontos, porém o rubro-negro ficou mais longe do líder Palmeiras, que venceu seu jogo e alcançou os 64 pontos. O time do técnico Zé Ricardo volta a campo no próximo domingo, às 17h, recebendo o Corinthians no Maracanã.

Poucas chances e nenhum gol

A partida começou bastante disputado e truncado no meio-campo, com as equipes brigando para ocupar cada espaço. O time do Internacional tentava buscar mais o jogo e fazia cruzamentos na área adversária, porém sem conseguir levar perigo efetivo ao Flamengo, que teve a primeira grande chance do jogo na finalização de Diego, que o goleiro Danilo Fernandes espalmou.

Aos poucos o time rubro-negro ia tomando o controle da partida, tendo mais poss de bola e trocando passes no campo ofensivo, porém com dificuldade de encontrar espaços da defesa da equipe colorada. Sem conseguir criar jogadas e avançar para o ataque, o time do Internacional dependia muito dos lances individuais de Vitinho para conseguir assustar o Flamengo.

Com pouquíssimas chances de gol, o jogo seguia equilibrado. Apesar da posse de bola, o time carioca não conseguia criar lances de perigo, com Diego muito marcado por Anselmo dificultando a armação de jogadas rubro-negras, enquanto pelo lado colorado, o Internacional aos poucos se acertava no ataque, mas ainda seguia dependente de lampejos de Vitinho para levar perigo ao gol de Alex Muralha.

Na parte final, com ambas equipes produzindo poucas coisas em campo, o jogo ficou mais pegado, com entradas duras e cartões amarelos distribuídos, principalmente pelo lado do Internacional, que teve dois jogadores advertidos. A equipe rubro-negra ainda tentou algumas jogadas pelo lado direito, mas sem o menor sucesso, encerrando o tedioso primeiro tempo sem gols.

Vitinho brilha e garante vitória colorada

No segundo tempo, as equipes vieram a campo mais disposta a atacar. O time do Internacional voltou melhor, com uma marcação mais apertada no meio-campo, forçando o erro do Flamengo e dando a posse de bola ao ataque colorado que criava perigo. No entanto, foi a equipe rubro-negra que abriu o placar, aos 11 minutos, após cobrança de falta de Diego pelo lado esquerdo, o zagueiro Réver subiu e cabeceou sem chances para o goleiro Danilo Fernandes.

Precisando do resultado para sair da zona do rebaixamento e com o resultado adverso, o time do Internacional se viu obrigado a ir para o ataque e passou a pressionar o Flamengo, que recuou e tentou buscar sair nos contra-ataques. Até que aos 20 minutos, a pressão colorada deu resultado, após levantamento na área e o desvio de Rodrigo Dourado, a bola sobrou para Eduardo Sasha bater cruzado e igualar o placar no Estádio Beira-Rio.

O gol de empate deu novo fôlego ao time colorado, que empurrado por sua torcida, seguiu impondo um forte ritmo de jogo e pressionando o Flamengo, que se defendia como podia, tendo o goleiro Alex Muralha como principal destaque. Porém, a defesa rubro-negra não suportou a pressão do Internacional, que aos 35 minutos virou a partida, com Vitinho aproveitando o rebote do goleiro.

Precisando do resultado e perdendo a partida, o time do Flamengo precisava atacar e foi para frente, criando perigo para o goleiro Danilo Fernandez, apesar da forma desordenada que atacava. Com o placar favorável, o Inter mantinha a intensidade, porém agora criava perigo se aproveitando dos espaços dados pelo adversário, chegando em rápidos contra-ataques, quase marcando o terceiro gol e garantindo a vitória que tirou o time da zona de rebaixamento.