Buscando fugir do rebaixamento, Sport encara Botafogo na Ilha do Retiro

Times já se enfrentaram várias vezes ano, não só pelo Brasileiro, mas como pela Copa do Brasil

Buscando fugir do rebaixamento, Sport encara Botafogo na Ilha do Retiro
Time carioca tem retrospecto positivo contra o Sport (Foto: Vitor Silva / SS Press / Botafogo)
Sport
Botafogo
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Sander; Rithely, Rodrigo (Patrick) e Wesley; Osvaldo, Rogério e André. Técnico: Daniel Paulista.
Botafogo: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Matheus Fernandes (Marcos Vinícius); Rodrigo Pimpão e Brenner. Técnico: Jair Ventura.
ÁRBITRO: Wilton Pereira Sampaio (GO).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, à ser disputada nessa quarta (8), às 21h (Brasília), na Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco.

Com a chegada do final do Campeonato Brasileiro, fica cada vez mais evidenciada por quais objetivos os clubes lutam. E é com objetivos completamente diferentes que Sport e  se enfrentam nessa quarta (8), às 21h (horário de Brasília), na Ilha do Retiro, pela 33ª rodada. No primeiro turno, vitória do Fogão por 2 a 1 e quebra de invencibilidade do Leão.

Após jogar mal e ter saído atrás, o gol de André aos 50 minutos do segundo tempo contra a Chapecoense, decretando o empate na partida, trouxe um pouco de alívio para o Sport, que se tivesse confirmada a derrota, teria terminado a rodada na zona de rebaixamento, já que o Vitória passaria o Leão ao empatar com o Vasco. Mas esse alívio só dura até a partida contra o Botafogo, onde o Sport precisará da vitória.

O gol de Marcos Vinícius no início do clássico contra o Fluminense, parecia ser o indício de que o Botafogo venceria o rival com alguma facilidade. Mas a partir daí o Fluzão dominou completamente a partida e apesar do gol só ter saído no final da partida, poderia ter acontecido muitos chances pelo número das chances criadas. O resultado impediu o Glorioso de se afastar dos concorrentes na briga pela Libertadores.

Ausências e retornos no Sport

Realizando a preparação do time para o jogo contra o Botafogo, o técnico interino Daniel Paulista tem alguns problemas para definir a equipe rubro-negra. Isso porque, além da ida de Diego Souza para a disputa de dois amistosos da seleção, o time tem alguns suspensos e jogadores que ainda não são certezas de que voltarão depois de contusão.

Com a presença constante de Diego Souza na seleção, fica claro dentro de campo, o prejuízo que sua ausência traz. Muito disso é pela falta de substitutos à altura no elenco rubro-negro. Contestados pela torcida, as duas opções que Daniel tem para encaixar na posição de Diego são Wesley e Thomás. Este último inclusive, se diz preparado para encarar o desafio de entrar no lugar de um selecionável.

Apesar da expectativa do meia, Wesley deve ser o escolhido (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)
Apesar da expectativa do meia, Wesley deve ser o escolhido (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

"É uma ótima oportunidade. Caso o professor opte por mim, entrarei para ajudar o time junto com meus companheiros a sair com a vitória e dessa situação o mais rapidamente possível. Estou confiante e preparado para dar o meu melhor e ajudar o Sport. Com certeza será uma partida complicada, contra um bom adversário. É um jogo fundamental na competição, no momento de reta final", afirmou o meia.

Outro que apesar de ter chegado com a grife de jogar em grandes clubes na carreira, como São Paulo, Santos e Palmeiras, o meia Wesley ainda não disse para que veio e tem sido alvo de constantes críticas dos torcedores rubro-negros. Apesar disso, ele destacou que tem experiência para enfrentar esse momento ruim com tranquilidade, além de se propor a dar tudo de si nos próximos jogos.

"Tenho muita convicção no meu trabalho, de todo mundo aqui. Acho que todo mundo luta, tem família. A nossa prioridade é deixar o Sport na Primeira Divisão. Estou super tranquilo. Se eu estiver dentro de campo, vou procurar dar a vida", ressaltou Wesley

Nessa segunda (6), outro grande problema surgiu para Daniel Paulista. Além de Anselmo, expulso contra a Chapecoense, Patrick, que vem sendo destaque da equipe, foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão contra o Flamengo. O jogador cumpriu um e agora o Sport tentará o efeito suspensivo para ele formar a dupla de volantes com Rithely, que recuperado de contusão, é presença certa entre os titulares.

Com o retorno de Samuel Xavier, Wesley deve ser retirado da lateral-direita, onde foi improvisado no último jogo. Apesar do mistério, Daniel Paulista não deve fazer mudanças drásticas, a não ser que surja um problema de última hora, mandando o time a campo com: Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Sander; Rithely, Rodrigo (Patrick) e Wesley; Osvaldo, Rogério e André.

João Paulo é a novidade para o jogo

Tentando esquecer a péssima atuação da equipe na derrota contra o Fluminense, o técnico Jair Ventura realizou trabalho nessa terça-feira (7), no Nilton Santos, visando o confronto contra o Sport, na capital pernambucana, na quarta-feira (8). Para se reabilitar, ele contará com o retorno de uma importante peça, que conhece muito bem o local da partida: o meia João Paulo.

Jair Ventura sabe da importância de uma vitória contra o Sport (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Jair Ventura sabe da importância de uma vitória contra o Sport (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

"Individualmente tenho boas estatísticas jogando na Ilha e espero que possamos sair com a vitória. Lá a torcida fica muito próxima e isso conta bastante. Da mesma forma que também pode ser um aliado nosso caso estejamos bem no jogo. Será mais um jogo difícil, o Campeonato Brasileiro é assim. Eles estão numa situação delicada e sei bem como é jogar lá", afirmou o meia.

Com a volta dele após suspensão, fica a dúvida de quem sairá do time. Pelos últimos jogos, quem deve ceder lugar a ele é Marcos Vinícius, mesmo tendo atuado bem contra o Flu. Já Matheus Fernandes, por ser um jogador com maior poder de marcação, deve permanecer na equipe, principalmente pelo fato do jogo ser fora de casa.

Com isso, Jair Ventura deve escalar a equipe com: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Matheus Fernandes (Marcos Vinícius); Rodrigo Pimpão e Brenner.