Autor do primeiro gol, Paulinho afirma que Vasco deve honrar vaga na Libertadores

Jogador falou sobre o empenho de toda equipe para garantir a vaga e credita sua evolução ao treinador Zé Ricardo. O atacante também falou sobre torcer ou não para o rival, para garantir o acesso à fase de grupos de forma automática.

Autor do primeiro gol, Paulinho afirma que Vasco deve honrar vaga na Libertadores
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

A base deixou a sua marca na hora certa. Foi no confronto entre Vasco da Gama e Ponte Preta, que aconteceu neste domingo (3), em São Januário, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. A macaca, já rebaixada, foi "convidada" a participar da provável festa vascaína. Até porque, para garantir a tão sonhada vaga para a Libertadores da América, era preciso um adversário, independente da sua situação. O Vasco entrou em campo vendo sua torcida fazer uma bonita festa fora dele, só esperando pelo primeiro gol do gigante da colina. E quis o destino que fosse de um jogador criado pelo próprio clube.

O atacante Paulinho, que foi promovido aos profissionais por Milton Mendes, conseguiu sequência com Zé Ricardo assim que chegou ao expresso da vitória, se tornando o jogador peça-chave para criar chances perigosas para o time cruzmaltino. Bem verdade que Mateus Vital selou a vitória, por dois a um, mas foi Paulinho quem abriu o placar e fez a torcida tirar o grito, ansioso, de gol da garganta. O atleta falou da classificação e sobre a sua manunteção ao time principal.

"Muito importante pra gente. No começo do ano eu vinha botando na minha cabeça que queria subir (para o profissional) e não foi diferente. Hoje chegamos em uma vaga de Libertadores com muito trabalho, com muito suor e o Zé Ricardo só vem me dando muita confiança pra conseguir essa vaga", disse Paulinho.

Sobre a classificação, Paulinho não escondeu o desejo e a importância da mesma. Mesmo com tanta história do Vasco dentro da competição, o elenco tem que chegar mais uma vez para, ao menos, honrar a camisa cruzmaltina e fazer uma boa campanha. Coisa que não deve ser tão difícil já que o clube, dado como rebaixado, por pouco não alcançou a vaga direta para a fase de grupos da Libertadores. Mesmo sem tantos investimentos, a colina histórica fez valer o peso da camisa.

"Estava almejando isso (classificação). Essa vaga é muito importante para o time. É aproveitar e fazer um ótimo campeonato. Honrar essa classificação da melhor forma", explicou o atacante.

Agora, a única chance do Vasco garantir vaga na fase de grupos, é com uma conquista de um arquirrival. O Flamengo tem que conquistar a Sul-Americana para que a vaga seja dada ao gigante da colina. Porém, para o atleta, o objetivo já foi conquistado. Seja com ou sem o título do rival.

"O que tiver que acontecer, vai acontecer. A gente tem que focar no nosso. Então, a gente já conseguiu nosso objetivo, que era chegar na Libertadores, agora é focar. Se for na Pré (Libertadores), vamos ter que ganhar", encerrou Paulinho.