Digo Baptista  vence corrida na Argentina pela Porsche Império GT3 Cup
(Fabian Lujan / Divulgação)
Rodrigo Baptista viveu mais um fim de semana de fortes emoções na temporada. Após começar com tudo a etapa de Termas de Río Hondo (ARG) da Porsche Império GT3 Cup, com a pole position e a vitória na primeira disputa, o piloto do HTPro Team sofreu um revés na segunda, quando seu carro quebrou e não pode ir até o final. Assim, Digo - como é conhecido - viu sua liderança de 13,5 pontos para Miguel Paludo ser revertida, com o adversário na sua frente por apenas 0,5 ponto, faltando agora duas corridas, no fim de semana do GP do Brasil de F1, em Interlagos, em novembro.
Após garantir a pole position nos treinos classificatórios, o dia das corridas começou muito bem para Digo, ao alcançar sua sexta vitória em dez provas realizadas até aquele momento. No início da primeira disputa, Rodrigo Baptista e Miguel Paludo sustentaram as duas primeiras colocações. Rodrigo Baptista seguiu até a bandeirada sem ser incomodado. Paludo ficou em segundo, com Ricardo Baptista, Werner Neugebauer e Lico Kaesemodel completando o pódio. 
"Tínhamos um carro muito bom entre os treinos qualificatórios e a primeira corrida do fim de semana. Mexíamos bastante na Porsche, mas já sabíamos qual seria o set-up ideal. Fiz o que estava planejado por mim e pela equipe, que era abrir do Miguel Paludo, segundo colocado na largada, e conseguir manter uma boa distância na liderança. Assim, foi só manter em primeiro lugar e acelerar, porque o carro estava muito bom", relembra Digo.
Na segunda corrida do dia, porém, o piloto teve problemas no seu carro e acabou abandonando após duas voltas completadas. "Foi um problema de vazamento de óleo e não consegui competir. Meu carro perdeu muito rendimento e, em seguida, começou a sair fumaça porque estava queimando o óleo e mandaram eu parar, porque poderia quebrar o motor. Uma pena, porque estava rápido e daria para conseguir outro pódio", relatou Digo. "Complica um pouco a disputa pelo campeonato, mas agora temos de ir para Interlagos sem pensar nisso”, finalizou.
Após a disputa de onze corridas em sete etapas, Rodrigo Baptista tem 172 pontos somados, contra 172,5 de Miguel Paludo. O terceiro colocado da cup é Ricardo Baptista, com 151. Atual campeão da categoria, Lico Kaesemodel está em quarto lugar, com 146 pontos, e completa o grupo de pilotos com chances de título na temporada, restando ainda 42 pontos em disputa na prova de Interlagos, nos dias 10 e 11 de novembro. 
VAVEL Logo