Jenson Button estuda participação na IMSA nos Estados Unidos em 2018
(Foto: Divulgação)

Atualmente fora da Fórmula 1, Jenson Button estuda participação na temporada 2018 do IMSA Weathertech, pela equipe Penske. Campeão da F1 em 2009, Button participou no última final de semana dos 1000 km de Suzuka, foi sua estréia na categoria.

De acordo com o período inglês Thesun.co.uk, o piloto comprou uma casa em Los Angeles, o que aumenta os rumores de uma possível ida para o endurance americano. “Várias opções estão sendo tomadas”, disse Button na semana passada em Suzuka. “Eu desenhei uma linha na Fórmula 1, onde passei 17 anos. A Super GT é uma das possibilidades para 2018, como o Mundial de Rallycross e a IMSA”.

“Le Mans ainda faz parte dos planos. Faltou competição nos últimos tempos e eu quero, a todo custo, encontrar um ambiente competitivo.”

O contrato entre o piloto e a McLaren se encerra no final de 2018, como a Honda está por trás da Acura, uma possível participação na IMSA não seria algo complicado de acontecer. O piloto também esteve conversando com a United Autosports, visando uma participação nas 24 horas de Daytona.

Zak Brown, diretor da McLaren Technology, é também dono da equipe United Autosports comenta: “Nós temos falado com Jenson e falei com outros”, disse Brown ao site Sportscar365. “Jenson está perto da família, por assim dizer.

“Se ele quer participar, nós adoraríamos tê-lo em nosso carro. Mas ele ainda precisa decidir o que quer para o próximo ano.”

A Penske precisa confirmar dois pilotos para o próximo ano. Até o momento Juan Pablo Montoya e Dane Cameron estão confirmado. Ricky Taylor e Hélio Castroneves também são cogitados para ocupar o segundo carro.

“Não há prazo definido no momento”, disse Cindric da Penske em confirmar os nomes. “Eu acho que é importante para nós analisarmos todas as possibilidades.”

VAVEL Logo