Felipe Fraga e Átila Abreu vencem na estreia da Stock Car no Velo Città

Fraga conquistou sua terceira vitória na temporada, enquanto Átila venceu pela primeira vez. Daniel Serra segue na liderança

Felipe Fraga e Átila Abreu vencem na estreia da Stock Car no Velo Città
Felipe Fraga (Fernanda Freixosa/Vicar)

Se uma pista estreia no calendário da Stock Car, pode apostar que Felipe Fraga será um dos destaques. Depois de vencer na inauguração do Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG), no ano passado, o piloto da Cimed Racing Team contou com a sorte na escolha de estratégia de parada para reabastecimento e conquistou sua terceira vitória na temporada, a 12ª na carreira, na primeira corrida da principal categoria do automobilismo brasileiro no autódromo Velo Città. Cacá Bueno e Vitor Genz completaram o pódio da Corrida 1 no Velo Città. 

Já na Corrida 2, Átila Abreu foi o destaque. O final de semana foi de emoções distintas para o piloto da Shell Racing. Ele fez a pole para a primeira corrida, mas um toque durante a prova tirou a chance de brigar pela vitória e o dono do carro #51 finalizou na décima posição. A falta de sorte acabou se convertendo em um bom resultado para o piloto. A posição de chegada o fez largar na frente na segunda prova devido ao grid invertido e desta vez, sem incidentes, conseguiu vencer pela primeira vez na temporada. O líder do campeonato, Daniel Serra, e Gabriel Casagrande completaram o pódio.

Corrida1

Partindo da terceira posição do grid, Felipe Fraga ultrapassou Daniel Serra na largada e assumiu a liderança da corrida após Átila Abreu ter um pneu furado por um toque do vencedor. O piloto entrou para realizar o reabastecimento logo que a janela de pit stops se abriu e ao mesmo tempo o carro de segurança entrou na pista, impossibilitando que os adversários diretos pudessem realizar a parada obrigatória na volta seguinte. “A gente tinha carro para ganhar a corrida, mas acertamos a estratégia em cheio. A luz do carro de segurança acendeu logo quando eu entrei para o pit stop, mas foi bom porque consegui poupar push e pneu par a segunda corrida. A sorte está ventando para o nosso lado”, comentou Fraga.

A participação do chefe de equipe da Cimed Racing, Willian Lube, também foi importante para Cacá Bueno chegar na segunda colocação depois de largar em 13º.“A equipe foi muito bem, meu chefe de equipe me alertou sobre a chance de ter carro de segurança, não era meu momento de parada, e fiz meu pit stop. A gente ainda errou porque deveríamos ter colocado mais combustível porque pouca gente entrou. Largar em 13º e chegar em segundo é melhor do que eu posso imaginar”, explicou Cacá.

Terceiro colocado na prova, Vitor Genz largou em 21º e foi um dos competidores que mais conquistou posições ao acertar a estratégia. “A gente está batalhando bastante para uma boa posição de largada, mas temos um bom ritmo de corrida. Estávamos no lugar certo”, disse Genz.

Veja como terminou a Corrida 1: 

  1. 40 Felipe Fraga (Cimed Racing Team) - 25 voltas em 42min11s051
  2. 0 Cacá Bueno (Cimed Racing) - a 1s856
  3. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 3s122
  4. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) - a 4s248
  5. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) - a 5s367
  6. 28 Galid Osman   (Ipiranga Racing) - a 6s465
  7. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) - a 9s158
  8. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) - a 9s545
  9. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) - a 9s855
  10. 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 10s143
  11. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) - a 10s791
  12. 25 Tuka Rocha (RCM Motorsport) - a 11s618
  13. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 17s769
  14. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) - a 21s462
  15. 12 Lucas Foresti (Full Time Academy) - a 21s966
  16. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 35s037
  17. 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 36s520
  18. 9 Guga Lima (Bardahl Hot Car) - a 42s817
  19. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - a 53s865
  20. 8 Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) - a 57s047
  21. 70 Diego Nunes (HERO Motorsport) - a 1min10s351
  22. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team) - a 1min11s818
  23. 3 Bia Figueiredo (Full Time Academy) - a 1min24s102
  24. 188 Beto Monteiro (Scuderia Colón) - a 1 volta
  25. 117 Guilherme Salas (Vogel Motorsport) - a 4 voltas

Não completaram 75% da prova:

  1. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport)
  2. 44 Betinho Valério (HERO Motorsport)
  3. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) 
  4. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports)
  5. 65 Max Wilson (RCM Motorsport) 
  6. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing)*

* Excluído por atitude antidesportiva

Corrida 2:

Com a vitória na prova que fechou o final de semana em Mogi Guaçu (SP), Átila chegou a 209 pontos e tomou a terceira posição no campeonato de Max Wilson. “Estava muito confiante para a corrida, mas a batida fez com que o mundo desmoronasse na minha frente. Eu estava bravo e a equipe me pediu calma, para focar na segunda prova. Primeira vez que acontece do mesmo piloto largar na pole nas duas corridas. Aproveitei que ainda tinha pneus bons e botões de ultrapassagem para segurar o Serrinha. A vitória veio de uma maneira inusitada, nem os melhores roteiristas poderiam imaginar isso. Fizemos bons pontos para o campeonato. Não posso reclamar do que aconteceu”, explicou Átila.

Segundo colocado na prova, Daniel Serra comemorou o pódio que garantiu bons pontos na liderança da competição. “Era um final de semana que tinha tudo para ser muito bom se tudo ocorresse normalmente. Conseguimos salvar alguns pontos na segunda corrida, a diferença caiu um pouco para o Thiago, mas o que importa é que a gente está com o carro rápido, o que me deixa confiante”, destaca o piloto da Eurofarma RC.

Vencedor de uma das provas em Curvelo, Gabriel Casagrande ficou satisfeito com o desempenho do carro na rodada dupla do Velo Città. “Foi o que a gente conseguiu fazer. Um enrosco no nosso pit stop nos deixou com alguns pontos a menos, mas também não seria muito diferente. O desempenho no final de semana foi sensacional”.

Confira como ficou o resultado final da segunda corrida no Velo Città: 

  1.  51  Átila Abreu (Shell Racing) - 27 voltas em 42min15s424
  2.  29  Daniel Serra (Eurofarma RC) -  a 0s824
  3.  83  Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) -  a 11s889
  4.  21  Thiago Camilo (Ipiranga Racing) -  a 12s395
  5.  4  Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) -  a 23s949
  6.  1  Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) -  a 26s999
  7.  30  Cesar Ramos (Blau Motorsport) -  a 29s126
  8.  18  Allam Khodair (Full Time Sports) -  a 30s533
  9.  46  Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) -  a 33s224
  10.  0  Cacá Bueno (Cimed Racing) -  a 34s817
  11.  10  Ricardo Zonta (Shell Racing) -  a 35s235
  12.  117  Guilherme Salas (Vogel Motorsport) -  a 40s151
  13.  80  Marcos Gomes (Cimed Racing) -  a 41s821
  14.  25  Tuka Rocha (RCM Motorsport) -  a 42s525
  15.  77  Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) -  a 43s071
  16.  40  Felipe Fraga (Cimed Racing Team) -  a 43s165
  17.  8  Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports) -  a 46s238
  18.  70  Diego Nunes (HERO Motorsport) -  a 47s154
  19.  28  Galid Osman (Ipiranga Racing) -  a 51s838
  20.  9  Guga Lima (Bardahl Hot Car) -  a 57s903
  21.  3  Bia Figueiredo (Full Time Academy) - a 58s904
  22.  12  Lucas Foresti (Full Time Academy) - a 1min18s573 
  23. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - a 7 voltas

Não completaram 75% da prova:

  1. 31 Marcio Campos (Blau Motorsport) 
  2. 73 Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car) 
  3. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports)
  4. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports)
  5. 5 Denis Navarro (Cimed Racing Team)*
  6. 44 Betinho Valério (HERO Motorsport)
  7. 65 Max Wilson (RCM Motorsport)
  8. 188  Beto Monteiro (Scuderia Colón)**

*Punido por atitude antidesportiva, largará em último na próxima corrida 

** Excluído por irregularidade no pit stop

Classificação do campeonato:

  1. Daniel Serra - 209
  2. Thiago Camilo - 192
  3. Átila Abreu - 167
  4. Felipe Fraga - 153
  5. Max Wilson - 147
  6. Cacá Bueno - 146
  7. Ricardo Maurício - 131
  8. Rubens Barrichello - 125
  9. Marcos Gomes - 108
  10. Gabriel Casagrande - 99
  11. Julio Campos - 96
  12. Vitor Genz - 89
  13. Ricardo Zonta - 82
  14. Tuka Rocha - 67
  15. Valdeno Brito - 66
  16. Rafael Suzuki - 62
  17. Allam Khodair - 59
  18. Antonio Pizzonia - 58
  19. Galid Osman - 53
  20. Cesar Ramos - 50
  21. Guilherme Salas - 49
  22. Diego Nunes - 43
  23. Felipe Lapenna - 40
  24. Lucas Foresti - 40
  25. Denis Navarro - 33
  26. Sergio Jimenez - 32
  27. Bia Figueiredo - 22
  28. Marcio Campos - 21
  29. Betinho Valério - 18
  30. Guga Lima - 17
  31. Beto Monteiro - 9

Share on Facebook