Vicar anuncia criação da Stock Light

Visando revelar novos talentos no cenário do automobilismo brasileiro, organizadora da Stock Car cria categoria de acesso com premiação e regulamento similar ao do principal campeonato do esporte a motor nacional

Vicar anuncia criação da Stock Light
Vicar anuncia criação da Stock Light

A Stock Car, principal categoria do automobilismo brasileiro, ganha um novo campeonato de acesso na temporada 2018. Com premiação ao campeão e ao melhor estreante, a Stock Light chega para se tornar, de fato, a mais importante série de formação de pilotos de turismo do país.

“A Stock Light vem para ser a principal fonte de talentos para a Stock Car e, mais do que isso, será um requisito para jovens pilotos que desejam ingressar na categoria”, anunciou o diretor-geral da Vicar Promoções Desportivas, Rodrigo Mathias.

A nova categoria de acesso trará incentivos para seus melhores pilotos: em 2018, serão distribuídos mais de R$ 650 mil em premiação ao campeão e ao melhor estreante do ano, somados. 

O vencedor do título da Stock Light terá subsidiados os custos com inscrição, pneus e aluguel de motor para entrar na Stock Car, por meio de parceria com a Pirelli e a JL. O estreante melhor classificado na pontuação final do campeonato também terá ajuda financeira com os mesmos itens para disputar uma segunda temporada na Light e, assim, buscar o título. 

O calendário prevê oito etapas, sendo sete rodadas duplas e a final em corrida única valendo pontuação dobrada. Todas as provas terão o uso do push to pass – o botão de ultrapassagem – e o pit stop para reabastecimento obrigatório, além da inversão do grid na segunda corrida das rodadas duplas.

"Com um regulamento e um sistema de disputa bastante similar ao da Stock Car, a Stock Light se apresenta com os melhores requisitos de preparação e adaptação aos jovens pilotos, tornando-se imprescindível na sua formação”, aponta Mathias. Os cinco primeiros colocados da temporada serão elegíveis a subir de categoria no ano seguinte.

Pilotos como Cacá Bueno, Marcos Gomes, Daniel Serra, Thiago Camilo, Sérgio Jimenez, Julio Campos e Felipe Fraga, além de jovens promessas como Guilherme Salas, Gabriel Casagrande, e Márcio Campos são exemplos de pilotos que disputaram e venceram provas ou títulos em categorias de suporte para chegar à disputa principal.

“É fundamental que o competidor desembarque na categoria principal o mais preparado possível. Acho que essa novidade vem a reforçar essa nossa filosofia e incrementar o aprendizado tanto dos pilotos como das equipes para que haja essa evolução com maior fluidez”, conclui Rodrigo Mathias, diretor-geral da Vicar Promoções Desportivas, empresa que organiza e promove a Stock Car.