Giorgi garante virada épica em cima de Siniakova e avança às oitavas de Wimbledon

Tenista italiana superou jovem tcheca em maratona de três sets em 2h41 para alcançar a quarta rodada em Londres

Giorgi garante virada épica em cima de Siniakova e avança às oitavas de Wimbledon
Foto: Matthew Stockman/Getty Images
#51 Camila Giorgi
2 1
#42 Katerina Siniakova

Camila Giorgi fez uma excelente partida e conseguiu nesta sexta-feira (6) uma tremenda vitória de virada em cima da tcheca #42 Katerina Siniakova. O jogo durou 2h41 e a italiana venceu pelas parciais de 6/3, 6(6)/7 e 2/6, garantindo vaga nas oitavas de final

Siniakova começou o set com tranquilidade, e quebrou Giorgi logo no primeiro game da partida. No game seguinte, a tenista tcheca precisou salvar uma dose de break points e, depois de quase dez minutos, foi capaz de confirmar seu serviço para abrir vantagem de 2/0. A italiana não encontrou seu serviço e novamente foi quebrada.

Siniakova abriu vantagem de 4/0 e foi no quinto game do primeiro set que a italiana foi capaz de embarcar e confirmou seu serviço 4/1. Siniakova seguiu com bom ritmo, confirmou seu serviço com facilidade e Giorgi precisou servir para se manter no set e conseguiu: 5/2.

No tempo entre games, Siniakova falou com a juiz de cadeira: "Tinha alguém passando mal na arquibancada. Eu deveria fazer o quê? Ficar aqui acenando? Esse é o tipo de coisa que você precisa ver", reclamou. No game seguinte, quando servia para o set, oscilou a acabou por ser quebrada, mas quebrou novamente logo em seguida e fechou a primeira parcial em 6/3 em 46 minutos.

Siniakova fez seis aces no primeiro set, sendo que quatro deles saíram do seu primeiro game de serviço, e cometeu três duplas faltas. Giorgi fez dois aces e cometeu quatro dupla faltas. Os erros de italiana também pesaram mais: foram 18, contra apenas oito da tcheca.

Na troca entre sets, Siniakova pediu um MTO por sentir dores na coxa e assim uma série de outros MTOs foi iniciada.

Siniakova voltou para o segundo set com a mesma boa postura do set anterior e tudo seguia muito bem até a tenista tcheca cair e sentir perna. No quarto game do set, SIniakova pediu um novo tempo médico para verificar o problema na perna e precisou sair da quadra para ser atendida.

Quando o jogo retomou, Siniakova quebrou a adversária, mas não foi capaz de confirmar a quebra e logo perdeu seu serviço. Novamente a tcheca pediu MTO, massageou a perna e voltou para o jogo. Giorgi confirmou seu serviço com facilidade, Katerina confirmou o próprio serviço da forma que pode e, novamente pediu MTO.

Giorgi serviu para se manter no jogo e os primeiros desafios do jogo apareceram por parte da tenista tcheca - que estava certa sobre um, de dois. Siniakova estava visivelmente interessada em fechar o jogo com quebra, e até chegou a ter uma chance, mas não soube converter. No game seguinte, não conseguiu servir bem, cometeu erros e foi quebrada. A italiana sacou para o segundo set, serviu terrivelmente mal e a segunda parcial foi para o tie break.

Siniakova despede-se da corrida para o título de singulares com uma derrota doida frente a Camila Giorgi (Foto: Foto: Matthew Stockman/Getty Images)
Siniakova despede-se da corrida para o título de singulares com uma derrota doida frente a Camila Giorgi (Foto: Foto: Matthew Stockman/Getty Images)

No tie break, Siniakova conseguiu duas mini quebras e abriu uma pequena vantagem de 3-0. A tenista tcheca fez uma boa construção de pontos, mas não conseguiu consolidar os pontos construídos e logo estava tudo igual: 4-4. Giorgi, que cometeu erros em smashes e volleys simples durante toda a partida, continuou cometendo os erros no tie break e precisou da ajuda dos erros da rival para ter uma chance de fechar o set.

Em um rally de 25 shots, Siniakova salvou o set point, mas fez uma péssima escolha de shot do ponto seguinte e novamente Giorgi teve set point, dessa vez soube aproveitar: 7/6(6) em 1h17.

No set final, Siniakova voltou visivelmente abalada. Quebrou a adversária logo no primeiro game, mas foi quebrada em seguida e não conseguiu mais encontrar o seu bom jogo. Visivelmente cansada, a tcheca suou muito para consolidar seus games de serviço e nem chegou perto de quebrar a adversária. Giorgi conseguiu quebrar a tcheca, que passou a ser uma máquina de erros, e abriu 4/2 de vantagem.

Siniakova serviu para se manter no set, novamente vacilou e perdeu o set e jogo por 6/2 em 2h41. Ao todo, a tcheca fez 23 winners e cometeu 17 erros; Giorgi fez 43 bolas vencedoras e cometeu o mesmo número de erros.

A tenista tcheca agora descansa e foca apenas em sua parceria com a compatriota Barbora Krejcikova. Ambas entram em quadra no próximo sábado (8) para enfrentar a dupla espanhola Santonja/Arruabarrena.

Já Giorgi segue para as oitavas de Wimbledon e disputa uma vaga para as quartas com a russa #35 Ekaterina Makarova, que eliminou em três sets a tcheca #66 Lucie Safarova.