Após emocionante virada, Bruno Soares e Jamie Murray levam troféu no ATP 500 de Washington

Dupla número 7 do mundo derrotou dupla formada por Mike Bryan e Édouard Roger-Vasselin por 3/6, 6/3 e 10-4, se tornando campeões nas quadras duras do Citi Open

Após emocionante virada, Bruno Soares e Jamie Murray levam troféu no ATP 500 de Washington
Foto: Divulgação/Citi Open
J. Murray/Soares
2 1
M. Bryan/Roger-Vasselin

Depois de 1h30 de embate contra o americano Mike Bryan e o francês Édouard Roger-Vasselin, o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray puderam levantar seu oitavo troféu desde que a parceira foi fixada e formada. Desta vez, o título veio no ATP 500 de Washington, neste domingo.

Para triunfar no Citi Open, a parceria anglo-brasileira anotou parciais de 3/6, 6/3 e 10-4. O título soma-se a outra conquista na temporada, o ATP 500 de Acapulco e as outras seis taças da parceria, que incluem o Aberto da Austrália e do Aberto dos Estados Unidos em 2016. Bruno Soares, agora, é o 14º colocado no ranking mundial de duplas. Já Jamie Murray está uma colocação acima na lista. Com o resultado, eles voltam a figurar no top 10.

Em sua final de número 55, Soares não teve vida fácil. Com o escocês, o brasileiro teve dificuldades para conseguir quebra rival no primeiro set e ainda perderam dois games, executando saques fracos no piso duro norte-americano.

Eles mostraram boa recuperação para pressionar Bryan e Roger-Vasselin em jogo parecido na segunda etapa. Dessa vez, melhor para a parceria do brasileiro, que conseguiu extrair dois pontos da dupla do americano. Com tudo igual no placar, na parcial decisiva, Soares e Murray voltaram decididos e mais focados.

A dupla se posicionou melhor em quadra para não dar chances aos lances rápidos dos oponentes. Além disso, a parceria conseguiu saques potentes, consistentes e não cedeu pontos. Já Bryan e Roger-Vasselin não confirmaram três de seus saques e ficaram com o vice-campeonato.