Kuznetsova sobrevive a batalha contra Vekic e conquista bicampeonato em Washington

Ex-número dois do mundo, veterana lutou muito e bateu a jovem croata de virada, sendo campeã pela primeira vez desde 2016

Kuznetsova sobrevive a batalha contra Vekic e conquista bicampeonato em Washington
Foto: Divulgação / Citi Open
#44 Donna Vekic
1 2
#128 Svetlana Kuznetsova

A russa #128 Svetlana Kuznetsova é a grande campeã do WTA International de Washington. Ao conseguir uma virada incrível diante da croata #44 Donna Vekic por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 7/6 (7) e 6/2, em 2h31 de partida, a ex-número dois do mundo conquistou seu 18º título de simples na carreira.

Além do troféu, Kuznetsova garantiu o retorno ao top 100 do ranking mundial. Na atualização que acontecerá nesta segunda-feira (6), ela figurará entre as 90 melhores colocadas. 

Campeã em Washington no ano de 2014, Kuznetsova começou o jogo sem conseguir reagir ao ótimo nível de tênis apresentado pela croata. Dominando a maioria das trocas de bola, Vekic conseguiu uma quebra de saque no quarto game e abriu 4/1. A russa ainda salvou mais break points em seu game de serviço seguinte, antes de devolver a quebra quando a jovem croata sacou para o set. Entretanto, em um game disputadíssimo, Vekic voltou a conquistar uma quebra e fechou em 6/4. 

O segundo set foi de extremo equilíbrio. As tenistas salvaram todas as chances de quebra, principalmente Kuznetsova, que lidou com dois match points contra no décimo game. A decisão da parcial foi para o tie break, onde a russa saiu na frente e chegou a abrir 5-3. Porém, Vekic venceu três pontos consecutivos e chegou a ter mais duas chances de conquistar o título, mas Kuznetsova não se abateu, salvou os dois match points e, com um erro da tenista de 22 anos, fechou em 9-7 o game de desempate e se manteve viva na partida. 

A russa começou a parcial decisiva com tudo e abriu 3/0 com uma quebra de vantagem. Se sentindo a vontade em quadra, Kuznetsova quebrou a croata mais uma vez, fez 5/0 no placar e colocou uma mão no troféu. Sacando em 5/1, foi quebrada de zero, mas no game seguinte elevou o nível e, com um erro não-forçado de Vekic, confirmou o break point e fechou em 6/2, sagrando-se a campeã do Citi Open

Este foi o primeiro título da veterana de 33 anos desde a conquista na Kremlin Cup, em outubro de 2016.