Anderson vence jogo complicado contra Verdasco e está na final em Viena
Foto: Divulgação/ATP

Anderson vence jogo complicado contra Verdasco e está na final em Viena

Sul-africano alcançou quinta final no ano ao fechar partida em três sets na capital austríaca, parciais de 6/3, 3/6 e 6/4

bruno-da-silva
Pedro Dayrell

Na tarde desse sábado (27), o sul-africano #8 Kevin Anderson alcançou a quinta final no ano ao vencer o #30 Fernando Verdasco por dois sets a um com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4, em 2h29, nas semifinais do ATP 500 de Viena.

Anderson só venceu uma das quatro finais que fez em 2018, em New York, enquanto perdeu em Pune, Acapulco e Wimbledon. Com a campanha até a decisão, o sul-africano já ultrapassou Dominic Thiem no ranking e deixará também Marin Cilic para trás caso vença o título.

O primeiro set foi bem disputado, mas com vantagem para Anderson, a diferença sendo o segundo game da primeira parcial, quando o sul-africano conseguiu quebrar o saque de Verdasco. Sob os olhares de Brad Stine, o atual vice-campeão de Wimbledon usou seu potente saque e direita nos momentos decisivos vencendo por 6/3, em 40 minutos de primeiro set.

Mais agressivo e contando com muitos erros não-forçados de Anderson, Verdasco voltou mais agressivo no fundo de quadra e abusou de suas potentes passadas de direita no segundo set. A maior consistência nos rallies de fundo de quadra e uma precisão no saque - 76% de aproveitamento nos pontos com o primeiro serviço no set -, ajudaram o espanhol a jogar de forma mais letal o segundo set vencendo por 6/3, em 45 minutos de set.

O set final voltou ao domínio de Anderson, a diferença sendo a quebra no décimo e último game da parcial, quando o sul-africano devolveu muito o saque do aguerrido e talentoso espanhol. O top 10 jogou mais focado usando a sua potente direita e sua precisão nos saques nos momentos cruciais fechando com o placar de 6/4, em longo set de 1h04, para garantir a vitória.

Na decisão do Erste Bank Open, Anderson enfrentará o #11 Kei Nishikori, que eliminou o #71 Mikhail Kukushkin, em sets diretos, parciais de 6/4 e 6/3. Em seis confrontos, o japonês tem vantagem por quatro a dois no confronto direto. No último confronto, em sua campanha do título em New York, o sul-africano venceu em três sets.

VAVEL Logo
CHAT