Van Uytvanck salva cinco match points contra Alexandrova e vai em busca do bi em Budapeste
Foto: Divulgação/Hungarian Tennis

Van Uytvanck salva cinco match points contra Alexandrova e vai em busca do bi em Budapeste

Cabeça de chave número um superou grande desafio para eliminar russa e avançar pela segunda vez seguida à decisão, fechando com parciais de 3/6, 6/4 e 7/6(6)

_acechard
Pedro Dayrell

Segunda melhor ranqueada entre as tenistas da Bélgica, a #50 Alison van Uytvanck venceu de maneira espetacular a russa #64 Ekaterina Alexandrova, cabeça de chave número cinco, nas semis do WTA de Budapeste. Atual campeã, a belga precisou salvar cinco match points antes de fechar a partida em três sets, parciais de 3/6, 6/4 e 7/6(7), em 2h15, neste sábado (23).

Se van Uytvanck perdeu a primeira parcial por 3/6 ao conceder seu saque no primeiro e último game do set, a belga conseguiu reverter uma situação complicada com 0/2 contra e um break no seu serviço. A cabeça de chave número um voltou para o jogo e igualou em sets o confronto por 6/4.

Alexandrova continuou sua marcha rumo à vitória no início do set decisivo impondo logo uma quebra e fazendo 2/0 no placar. Mas novamente van Uytvanck teve calma e categoria para se recuperar e empatar o set novamente por 2/2. A russa, apesar de tudo, fez três games consecutivos e ampliou sua vantagem para 5/2.

Van Uytvanck ficou no jogo enquanto Alexandrova estava sacando para o jogo no 4/5, salvando então três match points. Após empatar em 5/5, a belga forçou um tiebreak decisivo, onde ela salvou mais dois match points partindo de 4-6. A belga conseguiu uma virada incrível, e fechou em seu segundo match point por 9-7.

Esta será a quarta final no circuito da WTA para van Uytvanck, que venceu as três primeiras: Linz 2013, Quebec 2017 e Budapeste 2018. Esta é a nona vitória seguida para a tenista de 24 anos na capital húngara. Ela enfrentará na final do Hungarian Ladies Trophy a vencedora do confronto entre a russa #87 Anastasia Potapova e a tcheca #81 Marketa Vondrousova.

VAVEL Logo