Pliskova vence jogo insano contra Anisimova e avança no US Open; Andreescu segue
Finalista de 2016 segue viva em Nova Iorque (Foto: Divulgação/US Open)

Em uma das partidas mais incríveis do US Open 2021 até agora, a #4 Karolina Pliskova superou a dona da casa, #75 Amanda Anisimova, em três sets, parciais de 7/5, 6/7(5) e 7/6(7), em 2h23, nesta quinta-feira (2). A vitória duríssima na quadra Arthur Ashe garantiu a tcheca na terceira rodada.

Este foi o quarto confronto entre as duas, e a quarta vitória de Pliskova, mas esta, de longe, a mais dura delas. Em todo o jogo, foram apenas três quebras, todas no primeiro set. A tcheca bateu o recorde de aces do torneio desde que a contagem começou em 1998 - foram 24 - e teve 39 winners, cinco a menos que Anisimova, que teve mais erros não-forçados - 36 a 22.

As duas não abriram mão de atacar na maioria dos pontos, o que recheou o jogo de pontos espetaculares. Anisimova, 20 anos, ex-número 21 do mundo, mostrou todo o seu potencial e, por muito pouco, não conseguiu a maior zebra da chave feminina até agora.

Pliskova, porém, oscilou muito pouco. Em um desses momentos, no tiebreak do segundo set, ela cometeu duas duplas faltas, e Anisimova aproveitou. No 11º game do terceiro set, a estadunidense salvou incríveis quatro break points para forçar mais um game desempate.

A jovem chegou a abrir 5-2, mas Pliskova buscou forças para reagir. Anisimova, mais uma vez, demonstrou coragem, salvou o primeiro match point e depois teve a vantagem de 7-6. A experiência, no fim, acabou pesando e, diante de uma atmosfera hostil, a ex-número 1 do mundo prevaleceu e saiu com a vitória incrível.

Ainda em busca de um título inédito de Slam, Pliskova, vice do US Open em 2016, enfrenta na terceira rodada a #46 Ajla Tomljanovic, que vem de vitória em dois sets sobre a #32 Petra Martic.

Andreescu segue

Após uma batalha na primeira rodada, a #7 Bianca Andreescu teve um pouco mais de tranquilidade na segunda fase. A canadense bateu a estadunidense #98 Lauren Davis com duplo 6/4, em 1h37, para manter a invencibilidade no torneio - na primeira vez que jogou a chave principal, em 2019, foi campeã. Esta foi a primeira vitória de Andreescu em dois sets desde o WTA de Strasbourg em maio.

Andreescu não fez uma grande atuação, mas acabou prevalecendo nos momentos-chave. A canadense foi quebrada quatro vezes e cometeu 23 erros não-forçados, cinco a mais que Davis. Nos winners, foram 23 a 18 para a campeã de 2019. O que pesou a favor da cabeça de chave 6 foram as quebras no décimo game de ambos os sets, quando a dona da casa sacava para se manter viva em 4/5.

A próxima rival de Andreescu é a lucky loser #104 Greetje Minnen, que faz sua melhor campanha na carreira em um Major, e vem de vitória sobre a #52 Ludmilla Samsonova.

VAVEL Logo