Após conquistar título em Marrakech contra Molcan, Goffin mostra confiança para temporada no saibro

Após vencer o #65 Alex Molcan, o #74 David Goffin conquistou o ATP 250 de Marrakech. Com três sets com a mesma parcial (6/3), o belga venceu o segundo e o terceiro períodos, conquistando o sexto título na carreira - o primeiro desde fevereiro de 2021.

Ao confirmar a taça do Grand Prix Hassan II, Goffin preveu os próximos desafios que terá pela frente. "Estou muito feliz e orgulhoso pela minha semana. Não foi fácil, tive muitas partidas difíceis. Mas, no final, tenho meu sexto título, aqui em Marrakech. Isso me dá muita felicidade e confiança para a temporada no saibro", pontuou.

Ao falar sobre a virada para cima de Molcan, o ex-top 10 também destacou a paciência e o sangue frio para reverter o resultado. "Já havia acontecido duas vezes nesta semana em que eu perdia o primeiro set, mas continuava calmo para para dar a volta por cima. Foi o caso novamente hoje, porque ele estava jogando bem", pontuou.

Comentando sobre a reta decisiva do Grand Prix Hassan II, o tenista destacou o planejamento que fez para a decisão. "Ele foi melhor que eu no primeiro set, mas depois consegui jogar cada vez melhor, sacando melhor e sendo mais agressivo. Eu fui o melhor jogador depois disso e estava jogando ainda melhor no terceiro. Então estou muito feliz pela forma como terminei partida. Eu não queria sacar para o jogo, preferia terminar com mais uma quebra", finalizou.

A partida

A partir do segundo game da partida, foram três rejeições de saque - no terceiro, após dois break points. Mantendo a vantagem, o eslovaco venceu o primeiro set por 6/3.

Pior: no primeiro momento do segundo set, Goffin foi rejeitado após 12 pontos no terceiro break point. Nos quarto (depois de oito pontos) e sexto, porém, o rejeitou o eslovaco. Por fim, no nono, com oito pontos e refutando um break point, o ex-top 10 fechou a parcial em 6/3. 

Molcan foi rejeitado logo no primeiro game do terceiro set - e, no sétimo, precisou de oito pontos para impedir nova recusa. No oitavo, o eslovaco obrigou o adversário a sacar dez vezes, mas não aproveitou o break point que teve. Por fim, no nono, após mais dez pontos e dois break (e match) points, o belga conquistou o título do ATP 250 de Marrakech.

VAVEL Logo