Pegula frustra torcida da casa e bate Sorribes Tormo em Madrid; Alexandrova e Teichmann também avançam
Foto: Divulgação/WTA

Última esperança da torcida espanhola na chave feminina, a #47 Sara Sorribes Tormo,, que vinha de vitória sobre Naomi Osaka, caiu nas quartas de final do WTA 1000 de Madrid. A dona da casa não resistiu à #14 Jessica Pegula, que venceu com parciais de 6/4 e 6/2, em 1h48, nesta quarta-feira (4). Esta foi a primeira vitória de Pegula em três confrontos diante de Sorribes Tormo.

Sorribes Tormo começou o jogo tentando alongar os pontos, alternar a velocidade do jogo e mexer na altura das bolas, mas Pegula abriu 4/0 logo de cara. Depois disso, a espanhola tentou mudar a estratégia e ser mais agressiva, mas a estadunidense lidou bem.

Pegula perdeu o saque quando servia para o set em 5/2, quando desperdiçou um set point, e outra vez em 5/4, mas conseguiu sua quarta quebra na parcial no décimo game e fechou em 6/4, após 1h06.

No segundo set, Sorribes Tormo começou com uma quebra, mas seguiu sofrendo no saque. A espanhola só confirmou o serviço uma vez em toda a partida e venceu, no total, apenas 36% pontos no seu saque. Pegula, outra vez, não conseguiu fechar quando serviu para o jogo, mas, com a oitava quebra no oitavo game da segunda parcial, garantiu a vitória.

Com a campanha na capital espanhola, Pegula vai assumir, no mínimo, a 12ª colocação do ranking da WTA. Caso ela vença o título, que seria apenas seu segundo na carreira, ela entra no top 10.

Teichmann encerra sequência de Kalinina

Nas semifinais do Mutua Madrid Open, Pegula fará confronto inédito diante da #35 Jil Teichmann, que derrubou nas quartas a #37 Anhelina Kalinina, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1h32. Este foi o terceiro confronto entre elas, e a segunda vitória da suíça.

Kalinina havia derrubado Stephens, Muguruza e Raducanu, todas campeãs de Slam na sequência, mas não resistiu à suíça. Teichmann venceu mais da metade dos pontos no saque da ucraniana e ainda conseguiu cinco quebras de serviço.

"Eu realmente gosto das condições aqui em Madrid. É perfeita: uma mistura do saibro espanhol, onde eu treino muito, e um pouco de altitude, que estou acostumada da Suíça", disse Teichmann, que vai à sua terceira semifinal na carreira em torneios da série WTA 1000 e busca a segunda final - ela foi vice em Cincinnati 2021.

Alexandrova vence sexta partida seguida

Vindo do qualifying, a #45 Ekaterina Alexandrova bateu a #33 Amanda Anisimova com parciais de 6/4 e 6/3, em 1h29, e garantiu vaga para sua maior semifinal da carreira.

A russa, que começou mal o ano, já soma 11 vitórias no saibro na temporada - ela foi às semis em Charleston e às oitavas em Stuttgart antes de Madrid. Alexandrova é a terceira qualifier na história a chegar às semis na capital espanhola - as outras foram Hradecka em 2012 e Chirico em 2016.

Por uma vaga à decisão, Alexandrova vai encarar a #10 Ons Jabeur, que vem de grande vitória sobre a #21 Simona Halep. Apesar da distância atual no ranking, a russa tem uma grande vantagem no confronto contra a tunisiana, com seis vitórias em sete encontros até hoje.

VAVEL Logo