David Ferrer: o "operário" do tênis tentará surpreender na França

Espanhol vem tendo 2016 muito irregular e buscará redimir-se em Roland Garros

David Ferrer: o "operário" do tênis tentará surpreender na França
(Foto: Getty Images)

Buscando redenção na temporada. É assim que chega David Ferrer a Roland Garros em 2016. Em uma temporada que vem sendo desastrosa, o espanhol busca redimir-se no saibro, território onde já se consagrou vencendo grandes partidas e chegando a ser considerado o "príncipe do saibro", em contraste com o "rei do saibro", Rafael Nadal

A temporada atual

David começou o ano como sexto colocado do ranking mundial, posição que já perdeu após uma série de maus resultados. Hoje, como #12 do mundo, ele busca esquecer as derrotas para poder concentrar-se no saibro parisiense, único Grand Slam onde já alcançou a final, em 2014.

Com retrospecto de 16-9 no ano, Ferrer falhou ao defender os títulos de Doha e do Rio de Janeiro, perdendo pontos importantes no ranking. O fato curioso sobre suas derrotas é que sete delas foram para adversários com ranking inferior ao do natural de Javea, trazendo dúvidas e incertezas aos fãs do jogador.

Ilia Marchenko, Jack Sock, Lucas Pouille (duas vezes), Dominic Thiem, Nicolás Almagro e Alexandr Dolgopolov foram os nomes que derrotaram o espanhol até aqui, mostrando que a irregularidade do mesmo o está atrapalhando neste ano.

Retrospecto em Roland Garros

No torneio da capital francesa, David tem retrospecto de 40-13, com aproveitamento de 75% nas partidas do campeonato. Participou justamente em treze ocasiões, nas quais teve como melhores resultados as campanhas de 2012 e 2013, onde atingiu a semifinal e a final, respectivamente. 

Em 2012, venceu jogadores bem ranqueados como Andy Murray Mikhail Youzhny, mas caiu de maneira decepcionante para Rafael Nadal na semifinal, marcando apenas cinco games na partida. 

Já em 2013, ele despachou jogadores como Feliciano LopezKevin Anderson e na semifinal, o jogador da casa, Jo-Wilfried Tsonga. Na final, porém, encontrou-se novamente com Rafael Nadal, que o derrotou por 6/3, 6/2 e 6/3, dando ao espanhol seu único vice-campeonato de Grand Slam até hoje.

Ficha Técnica

David Ferrer Ern
34 anos de idade (02/04/1982)
1.75m de altura
26 títulos na carreira
Nenhum título em 2016