Roland Garros 2016: Petra Kvitova, bicampeã de Wimbledon buscará retornar ao top 10 no saibro francês

A tcheca tem como melhor resultado em Roland Garros uma semifinal, alcançada em 2012.

Roland Garros 2016: Petra Kvitova, bicampeã de Wimbledon buscará retornar ao top 10 no saibro francês
Kvitova com seu segundo e último título em Wimbledon 2014(Foto: GettyImages)

Nesse próximo domingo (22), começará Roland Garros  - segundo Grand Slam do ano - a ser disputado no saibro da capital francesa, Paris. A tcheca Petra Kvitova (#12), que já foi a segunda melhor tenista do mundo, está confirmada na competição. Kvitova vem subindo de produção neste ano e seus melhores resultados até então são uma quartas de final em Indian Wells e uma semifinal no saibro de Stuttgart. Sem títulos nesta temporada, ela vem em busca de um bom resultado, senão um título, em Roland Garros. Familiarizada com decisões em Grand Slam, Petra já foi campeã em duas oportunidades na grama sagrada de Wimbledon e já chegou, pelo menos, até as quartas de final dos 4 maiores torneios do mundo do tênis.

Nascida em Bilovec, na República Tcheca, Kvitova tem 26 anos e se tornou profissional em 2006. Atualmente é a 12ª melhor tenista do mundo, porém, já foi a número 2 do mundo em 2011, sendo este seu melhor ranking da carreira. Tem 390 vitórias no circuito, contra 178 derrotas. Possui 17 títulos em competições de nível WTA.

Petra tem 2 títulos de Grand Slam (Wimbledon - 2011 e 2014), são 77 vitórias e 29 derrotas. Fora suas conquistas, o mais longe que ela pôde chegar em torneios Grand Slam foi uma semifinal em 2012 no Australian Open, outra em Roland Garros no mesmo ano e uma quartas de final no Us Open do ano passado.

Em Roland Garros, Kvitova soma 18 vitórias e 7 derrotas. No ano passado, ela foi até a quarta rodada da competição. Seu melhor resultado no saibro francês foi a semifinal de 2012. Em 2016, a tcheca disputou 9 torneios. Seus resultados de maior expressão vieram de Indian Wells, onde foi eliminada nas quartas de final pela polonesa Agnieszka Radwanska (#2) e de Stuttgart, sendo derrotada apenas na semifinal pela alemã Angelique Kerber (#3) - campeã desta edição.

Dos grandes torneios de saibro que antecipam Roland Garros,  ela participou dos três. Começando por Stuttgart, onde ela alcançou seu melhor resultado até então; em Madri, acabou perdendo na terceira rodada australiana Daria Gravilova (#45); e em Roma foi eliminada logo na estreia pela norte-americana Madison Keys (#17).

Petra Kvitova luta por um bom resultado em Roland Garros neste ano, já que pode vir a marcar muitos pontos no ranking se for longe e, assim, retornar ao top 10 da WTA.