Ele voltou: Del Potro frustra planos de Djokovic e derrota o sérvio na primeira rodada da Olimpíada

Argentino e Sérvio saíram chorando de quadra após jogo emocionante na quadra Maria Esther Bueno

Ele voltou: Del Potro frustra planos de Djokovic e derrota o sérvio na primeira rodada da Olimpíada
Del Potro vibrou muito ao final da partida. (Foto: Getty Images)
Novak Djokovic
0 2
Juan Martín Del Potro

Na noite deste domingo, o público presente no Parque Olímpico do Rio de Janeiro presenciou uma grande partida de tênisJogando como nos velhos tempos, o argentino Juan Martín Del Potro conseguiu uma das vitórias mais expressivas de sua carreira ao bater o favoritíssimo Novak Djokovic por 7/6 (4) e 7/6 (2). 

A derrota chocou o mundo do tênis e principalmente a todos os brasileiros, que esperavam ver o sérvio como um dos principais expoentes da Olimpíada. Agora, o número um do mundo está eliminado, e só poderá tentar o inédito ouro olímpico em Tóquio 2020.

O JOGO

Já nos primeiros games, era visível que a partida seria de altíssimo nível. Com belos serviços, os dois jogadores confirmavam com facilidade e não davam chances para o adversário em nenhum momento. 

Mas após alguns lances, Djokovic começou a dar os primeiros sinais de fraquejos. Mesmo salvando quatro break points, ele conseguiu levar a parcial para o tiebreak, onde o argentino foi soberano e conquistou a vitória por 7-4, ouvindo cânticos da torcida presente no estádio.

Na segunda parcial, o ritmo foi parecido. Del Potro não deu chances para o sérvio e seguiu confirmando seus games com facilidade. Mesmo assim, Novak conseguiu melhorar seu nível na partida, levando a torcida ao delírio.

Batendo de frente, a direita poderosa do argentino e o backhand do sérvio deram um verdadeiro show para a torcida local, que empolgava-se a cada ponto longo na partida. Apesar de ser considerada "rápida", a quadra do Rio de Janeiro está situada ao nível do mar, o que a torna mais lenta e mais propícia a receber longas trocas de bola. 

Com o ritmo constante de trocações, Djokovic cometia erros bobos, enquanto Juan Martín arriscava tudo em alguns pontos. O argentino dava claros sinais de exaustão física, mas mesmo assim seguiu com seu plano ofensivo de jogo, levando a partida para o tiebreak, novamente.

Daí para diante, Del Potro atacou constantemente, enquanto Novak apenas passava a bola, com certo receio e medo de errar. O forehand do argentino funcionou mais do que nunca no desempate, onde ele abriu 6-1 e depois de perder outro ponto, contou com uma bola na fita para vencer a partida por 7/6 (2), para delírio dos fãs.

Ao final da partida, um abraço sincero dos dois atletas disse tudo: o espírito olímpico elevou-se ao seu máximo na noite de hoje. Completamente emocionados, ambos os tenistas choravam copiosamente enquanto deixavam a quadra.

Agora, Juan Martín Del Potro avança para enfrentar o português João Sousa, 36° do ranking mundial. Eles nunca se enfrentaram na história do circuito mundial.