Kuznetsova vence Pliskova e assume liderança do grupo branco do WTA Finals

Com vitória por 2-1 em parciais de 3/6, 6/2 e 7/6, russa praticamente garante classificação as semi finais

Kuznetsova vence Pliskova e assume liderança do grupo branco do WTA Finals
Getty Images

Nesta quarta (26) teve inicio o quarto dia de jogos do WTA Finals de Singapura e segundo do grupo branco. A partida que abriu os confrontos de simples foi o duelo entre a tcheca número 4 do torneio Karoline Pliskova e a russa número 8 Svetlana Kuznetsova. O primeiro set foi dominado pela tcheca que jogou melhor do inicio até o fim para abrir 1-0. No segundo as coisas tiveram tons diferentes, onde tudo mudou e a russa jogou bem e não deu chances para a adversária e deixou tudo igual. No último set altos e baixos foram vistos por ambas as jogadoras e partida foi decidida em um tie break vencido pela número 8 da competição. Agora ela lidera o grupo com duas vitórias em dois jogos e enfrenta Garbiñe Muguruza na próxima sexta. Enquanto Pliskova no momento tem uma vitória e uma derrota e enfrentará Agnieszka Radwanska na última rodada da fase de grupos.

O jogo

Karoline começou melhor na partida, já foi confirmando seu serviço e não demorou muito para quebrar o da adversária. Ela jogava dentro de seu estilo, sacando bem e definindo logo os pontos, sem dar chances para trocas de bolas mais longas.  E após abrir 4-1 parecia que tinha o set sob controle, mas ai Svetlana venceu dois games seguidos e parecia que iria tirar a tranquilidade da tcheca. Porém não foi isso que ocorreu, a número 4 do torneio voltou a quebrar a russa e em seguida confirmou o saque para fechar a primeira parcial em 6/3.

O segundo set já começou com Pliskova efetuando a quebra e dando a entender que o jogo seguiria na mesma pegada. Porém foi a partir do segundo game do set que as coisas começaram a mudar, tudo que foi visto no primeiro set foi apagado e um jogo oposto começou a ser visto. A número 8 do torneio mudou da agua pro vinho e impôs seu jogo de uma forma que a adversária parecia não ter resposta. Assim Kuznetsova venceu seis dos sete próximos games do set e venceu com parcial de 6/2 pra empatar o jogo.

Já o terceiro e decisivo set foi o mais equilibrado e entre altos e baixos de todos. No inicio parecia que ia ser como o segundo, com a russa quebrando logo no inicio e já abrindo boa vantagem, mas teve ela devolvida não muito depois e o equilíbrio voltou. Entretanto a número 8 do torneio voltou a quebrar para abrir 5/3 e parecia que venceria o jogo em seu saque, porém mais uma vez o óbvio passou distante e Karoline efetuou a quebra. Quando Pliskova teve seu serviço para empatar o set não titubeou e deixou tudo igual, logo após foi além e quebrou para em seguida sacar para vencer o jogo.

Mas Kuznetsova não abaixou a cabeça e conseguiu devolver a quebra e levou o último set para o tie break. Lá mais altos e baixos voltaram a ocorrer, a tcheca começou até um pouco melhor, porém nada demais. Quem abriu vantagem mesmo foi a russa, que colocou 6-3 de frente e teve três match points e nem assim as coisas foram tranquilas. Karoline reagiu e deixou tudo igual, mas na hora de virar tomou ponto e depois não teve mais volta. No seu quarto match point Svetlana finalmente confirmou a vitória por 7/6 no set e 2-1 no jogo.