Banana Boat/Praia Clube vence e assume provisóriamente a quinta colocação na Superliga Feminina

No jogo de abertura da 10ª rodada do returno da Superliga Feminina, o Banana Boat/Praia Clube foi ao ABC Paulista enfrentar o São Cristovão/São Caetano. A equipe mineira venceu o jogo por 3-1, com destaques para a atuação de Mari, eleita melhor do jogo, e Monique, maior pontuadora com 14 pontos.

O Banana Boat/Praia Clube (enfrenta a Uniara na próxima rodada) agora espera o desenrolar de outros jogos para se manter em quinto lugar, o São Cristovão/São Caetano (enfrenta o Rio do Sul na próxima rodada) continua em oitavo lugar. 

A equipe de Uberlândia começou o jogo com um saque agressivo facilitando o seu jogo, abrindo uma diferença de quatro pontos e chegou à frente no primeiro tempo técnico (7-3). A equipe seguia errando muito passe fazendo com que o sistema ofensivo ficasse comprometido e o Banana Boat/Praia Clube abriu uma vantagem de dez pontos (15-5) e tentando resolver a recepção do time entrou a líbero Dalila como jogadora de linha no lugar de Thaizinha, mas não adiantou, Sabrina errou um saque e o time mineiro fechou o primeiro set em 21-12.

No segundo set o São Cristóvão/ São Caetano entrou com uma postura diferente, com um saque forte e fazendo as jogadoras do Banana Boat/Praia Clube errarem e chegaram na frente  no primeiro tempo técnico (7-5). O Banana Boat/Praia Clube reagiu, chegou a empatar o jogo, mas o saque da equipe do ABC Paulista voltou a dificultar a recepção das uberlandenses . Depois do tempo técnico, a equipe praiana encaixou bons saques e o bloqueio e empataram (19-19), mas com um bom ataque de Paula e um bloqueio de Roberta a equipe paulista fechou o set em 21-19.

No inicio do terceiro set o Praia abriu uma vantagem de três pontos (5-2) , mas não conseguiu segurar a boa sequências de saque de Thaizinha que levantou o time e ainda teve força para passar e chegar primeiro no tempo técnico (7-6). O time do Praia tinha dificuldades até que Mayhara deu lugar a Letícia Hage que sacou bem e tomou a dianteira do placar e fechou em 21-18.

O Banana Boat/Praia Clube errou bastante no início do primeiro set e deixou o São Cristóvão/São Caetano chegar com três pontos de vantagem na primeira parada técnica (7-4). Mas em bom momento de Mari e em bons saques da levantadora Juliana Carrijo a equipe ampliou a vantagem e chegou na frente no segundo tempo técnico (14-10). Atacando de forma inteligente a equipe mineira não hesitou e fechou o set em 21-15.

VAVEL Logo