Sesc-RJ supera Corinthians e conquista segunda vitória na Superliga Masculina
(Foto: July Stanzioni/Corinthians-Guarulhos)

Na tarde do último domingo (29), Sesc-RJ e Corinthians-Guarulhos se enfrentaram na partida que encerrou a terceira rodada da Superliga Masculina. As duas equipes, recém-promovidas à elite do voleibol brasileiro, tinham como objetivo alcançar a segunda vitória na competição.

Contando com o apoio de seus torcedores na Jeunesse Arena, no Parque Olímpico da Barra, a equipe carioca se impôs e venceu por 3 sets a 1, parciais de 25/16, 21/25, 25/21 e 25/23. O grande destaque da partida foi João Rafael, com 19 pontos anotados. O ponteiro foi escolhido o melhor jogador da partida, recebendo o Troféu Viva Vôlei.

Com o triunfo, o Sesc-RJ foi aos 7 pontos, assumindo a quarta colocação na classificação. O Corinthians estacionou nos dois pontos, ocupando a nona posição da Superliga Masculina.

Na próxima rodada, a equipe carioca recebe o Maringá Vôlei. Esta partida acontece na próxima quinta-feira (2), no Ginásio do Tijuca Tênis Clube. O Corinthians enfrenta o Montes Claros, em Guarulhos, no próximo sábado (4).

Resumo da partida

Jogando em casa, a equipe do Sesc-RJ logo mostrou que estava com muito apetite pela vitória. Sem dar chances ao seu adversário, os donos da casa logo abriram vantagem confortável de 14 a 7, comandados principalmente por uma excelente passagem de Renan no saque. Os dois pedidos de tempo feitos por Alexandre Stanzioni, comandante do Corinthians, não surtiram efeito e os cariocas seguiram abrindo larga vantagem. Com um desempenho soberbo, o Sesc-RJ logo fechou em 25/16.

A derrota na primeira parcial acordou o time paulista, que voltou melhor para o segundo set. O equilíbrio foi a tônica durante a primeira metade do set, mas o ótimo desempenho de Riad no bloqueio permitiu a equipe paulista abrir vantagem confortável de 20 a 16 na reta final. Apesar dos esforços de Giovane Gávio em mudar o panorama da parcial, o Corinthians seguiu dominando as ações e fechou por 25/21, igualando a partida em 1 a 1.

Em nova mudança de "momentum", o Sesc-RJ recuperou o protagonismo do jogo no terceiro set, comandado por João Rafael e Maurício Souza. O central da equipe carioca, com seu perigoso saque flutuante, fez estrago na linha de passe paulista, abrindo grande liderança no marcador: 20 a 12, obrigando o treinador corintiano a parar o jogo. O pedido de tempo surtiu efeito e os visitantes reagiram, diminuindo o prejuízo para 20 a 17. Desta vez, Giovane foi quem pediu tempo, essencial para o Sesc-RJ recuperar o rumo e fechar em 25/21.

O quarto set foi o mais equilibrado da partida, com inúmeras igualdades e mudanças de liderança. O Sesc-RJ conseguiu, por algumas vezes na parcial, abrir vantagens de três ou quatro pontos, mas o Corinthians, muito valente, sempre buscava. Quando o placar apontava 22 a 18 pros donos da casa, e a vitória parecia encaminhada, o Corinthians reagiu, colocando pressão. Mas o time carioca, muito experiente, não sucumbiu e fechou em 25/23, 3 sets a 1.

VAVEL Logo