No tie-break, Sesi-SP vence Sesc-RJ e fica mais perto da final
Reprodução/Sesi-SP

No tie-break, Sesi-SP vence Sesc-RJ e fica mais perto da final

Em partida eletrizante, os paulistas venceram fora de casa e podem garantir a passagem para final no próximo jogo em casa 

felipesantos
Felipe Santos

Nesta quarta (10), ocorreu a segunda partida entre Sesc-RJ x Sesi-SP pela semifinal da Superliga Masculina de vôlei. Os cariocas que perderam o primeiro jogo precisavam usar o fator casa para igualar a melhor de cinco jogos. Porém em um duelo com direito a várias viradas, a equipe do Sesi-SP venceu a partida no tie-break com parciais de 22/25, 25/19, 25/29, 22/25 e 10/15, garantindo assim uma vantagem ainda maior no confronto. 

O troféu VivaVôlei ficou mais uma vez com o ponteiro Lucas Lóh, porém ele mesmo entregou ao central Franco que teve grande mérito para a equipe paulista sair vitoriosa no jogo. 

O jogo

O Sesc-RJ começou o primeiro set abusando dos erros de saque, porém depois do Lipe ponteiro do Sesi levar cartão vermelho o time carioca abriu dois pontos de diferença, 6/4; Com bloqueio do central Éder, a equipe paulista se recuperou e fez 10/12; Depois de um grande rali, o Lucas Lóh pontuou e abriu a maior diferença no placar até ali, 11/16; O Sesc-RJ tentou buscar reação para vencer o set e diminiu a diferença, 20/22; Porém com erro do oposto Wallace que rendeu desafio, o Sesi venceu e fechou em 22/25.

A segunda parcial começou bem acirrada com os centrais de ambos times trabalhando muito bem, 9/9; O set continuou com as duas equipes bem ligadas e não deixando ninguém abrir vantagem, 15/15; Com quatro erros seguidos de saque, o placar foi pra 17/17; E no momento mais importante do set, o Sesi errou e o Sesc-RJ abriu dois pontos de vantagem, 20/18, fazendo o Rubinho pedir tempo. Na disputa na rede, Maurício Borges fez 23/18; Com ataque de Wallace, a equipe carioca fechou o segundo set em 25/19 e empatou o jogo. 

O terceiro set começou com o Sesi-SP tendo boa passagem pelo saque e rapidamente abrindo quatro pontos de vantagem, 5/9; A equipe carioca correu atrás do placar e encostou, 8/9; Com Wallace no saque, o Sesc-RJ passou á frente do placar, 12/11; A vantagem aumentou, 17/13; O Sesi buscou a diferença e se aproximou do placar do adversário, 22/19; Com dois pontos seguidos de Wallace pelo saque o Sesc-RJ fechou o terceiro set em 25/19 virando o placar pra 2 sets a 1. 

O Sesc começou o quarto set aproveitando muito bem os contra-ataques e facilmente abriram vantagem, 8/6; Em bloqueio duplo pra cima do Renato, a vantagem permaneceu em dois pontos, 13/11; Com Gustavão pelo meio o Sesi-SP empatou o placar, 15/15; Com as duas equipes trocando pontos e set bem acirrado o empate prolongou, 22/22;  Com erro de Wallace, o Sesi-SP abriu dois pontos de vantagem no momento mais importante da parcial, 22/24; E com erro de passe do líbero Thiago Blender a equipe paulista fez 22/25 e levou a decisão do jogo pro tie-break. 

No decisivo set, o Sesi-SP já no início conseguiu abrir dois pontos de vantagem 2/4, porém a equipe carioca correu atrás do placar e empatou 4/4; Com o Sesc-RJ abusando dos erros, o time paulista conseguiu larga vantagem no placar, 5/10; Os donos da casa buscaram uma reabilitação no placar e encostaram, 8/13; Com erro de Wallace, o Sesi-SP chegou no match-point, 9/14; No contra-ataque, Lucas Lóh fechou o set em 10/15.

O próximo confronto entre as equipes será no sábado (13) ás 19h na Vila Leopoldina, em São Paulo. Se o Sesi-SP vencer, ele se garante em mais uma decisão da Superliga Masculina de vôlei.

VAVEL Logo