Ouro Olímpico: relembre a medalha do vôlei masculino em Atenas

Em Atenas, a seleção brasileira de vôlei masculino conquistou não só o ouro olímpico, mas também o status de melhor time do esporte mundial

Ouro Olímpico: relembre a medalha do vôlei masculino em Atenas
Ouro Olímpico: relembre a medalha do vôlei masculino em Atenas

Se hoje o Brasil tem uma das melhores seleções do mundo no vôlei masculino, muito se deve aos grandes ídolos que dominaram Atenas em 2004. Com força, vontade e muita habilidade, a seleção brasileira conquistou não só a medalha olímpica, mas também uma geração de admiradores e muito respeito de seus adversários.

Trajetória até a final

A tragetória até a grande final não teve tantas complicações, perdendo apenas uma partida ainda na fase de grupos. Com boa campanha durante os Jogos, a seleção conseguiu manter o alto nível do início ao fim do torneio, levando a medalha de ouro.

Na primeira fase, a seleção ficou em primeiro no Grupo B com quatro vitórias em cinco jogos, conquistando nove pontos. A primeira rodada foi de vitória sobre a Austrália por três sets a um. Em seguida, mais um resultado positivo, este contra a grande rival Itália, que deu muito trabalho, porém acabou perdendo por três sets a dois no tie break. O Brasil ainda venceu Países Baixos, por três a um, e Rússia, por três a zero. A derrota saiu apenas contra os Estados Unidos, que fizeram um confronto melhor e venceram por três a um.

Já nas quartas-de-final, o Brasil fez ótima partida contra a Polônia, conseguiu bater a forte seleção e ainda fez três a zero, passando com moral para a semifinal. Novamente contra os Estados Unidos, a história foi diferente e a seleção não deixou que os norte-americanos repetissem o resultado do primeiro duelo, vencendo por três a zero e chegando à grande final.

Grande Final

Que Brasil e Itália figuram uma das maiores rivalidades do vôlei até hoje é fato. Duas das melhores seleções do mundo, brasileiros e italianos sempre protagonizam duelos acirrados e emocionantes, dando ao amante do esporte motivos suficientes para torcer por finais como esta.

 A disputa não foi fácil. Fechando em quatro sets, o Brasil conseguiu ir muito bem no primeiro, fazendo parcial de 25 a 15 e fechando rápido. Já nos outros, o cenário começou a se complicar e a Itália empatou logo, vencendo por 24 a 26. Um 25 a 20 no terceiro set deixou o Brasil muito perto do título e, com muita garra, a equipe fechou o último e decisivo set por 25 a 22.

O placar final ficou em três sets a um para o Brasil, e o resultado trouxe ao país a melhor campanha olímpica até então. Além disso, com a conquista dos Jogos, os comandados de Bernardinho completavam o quadro de medalhas do vôlei, já que levaram no mesmo ano o Campeonato Mundial, a Copa do Mundo e a Liga Mundial.

FICHA TÉCNICA

Delegação: Nalbert Bitencourt, Dante Amaral, Sérgio Dutra Santos, Gustavo Endres, Ricardo Garcia, Giovane Gávio, Gilberto Godoy Filho, André Heller, Maurício Lima, André Nascimento, Anderson Rodrigues e Rodrigo Santana