Doppietta de Balotelli não é suficiente e Milan empata com o Livorno
Dois gols de Mario Balotelli deram ao Milan o empate contra o Livorno, fora de casa. Jogando no Stadio Armando Picchi, o rossonero chegou a abrir o placar, mas sofreu a virada dos amaranti no segundo tempo. Perto do fim da partida, um novo gol do camisa 45 deu números finais ao jogo: 2 a 2, pela 15ª rodada da Serie A.
 
Com o resultado, o Milan chega aos 18 pontos na competição, e alcança o provisório oitavo lugar -- ainda longe de brigar por uma vaga nas competições europeias. Lutando contra o rebaixamento, o Livorno chegou à 13ª colocação.
 
Fraco primeiro tempo termina empatado
 
Com uma escalação inusitada, usando o médio Andrea Poli na lateral direita, o técnico rossonero Massimiliano Allegri pareceu forçar sua equipe em uma pressão inicial. Com boa movimentação, Balotelli e Kaká eram os grandes destaques dos minutos iniciais, e jogada da dupla determinou a abertura do placar.
 
Aos seis minutos, o brasileiro fez boa jogada pela esquerda, e cruzou para a área. Coube ao atacante italiano estufar a rede do goleiro Bardi.
 
Após o gol sofrido, o clube da Toscana passou a sair mais para o jogo, acuando o Milan. O atacante brasileiro Paulinho era o grande destaque dos amaranti, que chegou ao empate aos 25 minutos: boa jogada do atacante Siligardi, que bateu colocado no canto de Gabriel.
 
Após muitos passes errados e faltas no meio-campo, o primeiro tempo terminou sem grandes emoções.
 
Livorno vira, mas Balo empata e quase dá vitória ao Milan
 
Na volta do intervalo,o Milan, tal qual o primeiro tempo, começou melhor, arriscando com finalizações de Kaká e Nocerino. Aos 43, grande jogada de Balotelli, que chapelou o zagueiro Coda e chutou forte, mas o goleiro Bardi fez ótima defesa.
 
O baque veio cinco minutos depois, quando Siligardi, destaque do Livorno na partida, fez ótimo passe para o brasileiro Paulinho, que invadiu a área e virou o jogo no Armando Picchi. 
 
Allegri tentou colocar o Milan para a frente, promovendo a entrada de Niang -- El Sharaawy já estava em campo --, e arrumar a defesa com o lateral De Sciglio no lugar de Poli. O Milan, no entanto, seguia desordenado.
 
As arrancadas de Kaká eram as poucas chances do rossonero, que visivelmente depende de uma boa atuação do camisa 22.
 
O Livorno dominava a posse de bola, mas, errando as finalizações, sofreu o castigo: 83, Balotelli chutou forte e sua cobrança de falta terminou no ângulo do Livorno: 2 a 2.
 
O Livorno recuou para não sofrer a virada, o que quase aconteceu aos 88, com nova bomba de Balotelli de fora da área, que explodiu no travessão.
 
O jogo, no entanto, terminou empatado, em um fraco resultado para os dois times.
 
Na próxima rodada, o Livorno viaja até a capital para enfrentar a Lazio. O Milan, por sua vez, recebe a vice-líder Roma no San Siro, na prévia do Derby della Madoninna da 17ª rodada.
VAVEL Logo