Volante português Miguel Veloso destaca: ''A única opção que temos é ganhar''

O volante português Miguel Veloso disse, em entrevista coletiva nesta quinta-feira (19), que a equipe estava consciente de que, para conseguir a classificação às oitavas-de-final da Copa do Mundo de 2014, é necessário conseguir os três pontos em cima dos Estados Unidos, no domingo. 

"Estamos a preparar da melhor forma o próximo jogo, sabendo da importância que tem para nós. Estamos conscientes do que aconteceu, tristes, mas não há que voltar atrás. Temos duas finais pela frente, dependemos apenas de nós. A única opção que temos é ganhar", afirmou o volante.

O jogador português falou que o calor de Manaus pode atrapalhar um pouco à sua seleção, mas que isso não irá servir de desculpas. O volante elogiou a seleção americana, mas frisou que Portugal tem de vencer a partida, para poder manter a chama da classificação acesa. 

"Temos que agradecer todas as condições que nos foram proporcionadas e há muitas outras seleções que também se encontram nesta zona do Brasil. Claro que em Manaus, onde defrontaremos os Estados Unidos, será um pouco diferente, a nível de calor e umidade, mas não servirá de desculpas. Vamos defrontar um adversário que também tem os seus pontos fortes, mas o que mais desejamos é ganhar, para no último jogo discutirmos a passagem à segunda fase do Mundial", ressaltou. 

Miguel Veloso também comentou sobre as vantagens de contar com o melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo, no elenco. O atleta destacou que o camisa 7 atrai muito a marcação dos adversários, e isso dá liberdade para os outros companheiros. 

"Temos o melhor jogador do mundo que muitas vezes faz a diferença e os adversários têm receio dele, em termos de movimentações, o que nos beneficia. Mas não aconteceram só coisas negativas no jogo com a Alemanha. Houve momentos bons e outros menos bons, além da grande penalidade, e não há que arranjar desculpas para a derrota. Agora, o nosso foco está centrado no jogo com os Estados Unidos que temos, como disse, que vencer", encerrou.

VAVEL Logo