Valencia goleia o Córdoba, embala quatro vitórias consecutivas e assume a liderança da Liga
Gayà comemora seu primeiro gol pela equipe profissional (Foto: Carla Cortés/VAVEL)

Valencia e Córdoba entraram em campo nesta quinta-feira (25) no Mestalla, em Valencia, pela quinta rodada do Campeonato Espanhol. Para a equipe da casa era a chance de conquistar a quarta vitória seguida e, se possível, vencer por uma diferença de três gols para assumir a liderança do campeonato. E mais uma vez, a equipe de Nuno Espirito Santo teve grande atuação e não teve dificuldade para vencer o adversário por 3 a 0 e assumir a liderança do campeonato.

No primeiro tempo a equipe começou pressionando, logo nos primeiros 10 minutos foram quatro chances claras de gol. Mas o gol só saiu aos 21, após grande jogada de Feghouli pela direita, o argelino cruzou na cabeça de Paco Alcácer que testou firme e sem chances para o goleiro adversário para abrir o placar.

Cinco minutos depois foi a vez do português André Gomes fazer grande jogada na área e tocar para a chegada de Gayà que finalizou com força para ampliar o placar no Mestalla. Já no segundo tempo a equipe não precisou se esforçar para criar chances e chegar ao terceiro gol. Após grande passe de Carles Gil, Feghouli finalizou cruzado, sem chances para o goleiro, marcando o terceiro da equipe e dando números finais a partida.

Valencia domina primeiro tempo e abre boa vantagem

O Valencia começou pressionando a saída de bola adversário. Logo nos primeiros minutos, Piatti fez boa jogada e cruzou para Parejo que finalizou pra fora. Minutos depois a zaga do Córdoba se atrapalhou na saída de bola e Piatti sofreu falta perigosa. Na cobrança, o estreiante João Cancelo cobrou com perigo mas também errou. 

Após 10 minutos de pura pressão, a equipe da casa passou a trabalhar mais a bola e tomar conta do meio de campo. Já o Córdoba se fechava todo atrás e vivia de lançamentos para Ghilas. Em um deles, Diego Alves foi forçado a sair de sua área para cortar a bola antes que pudesse chegar ao atacante. Mas aos 21 minutos, Feghouli fez grande jogada e cruzou na cabeça de Paco Alcácer, que testou sem chances para o Juan Carlos, abrindo o placar no Mestalla.

Pouco após abrir o placar o Valência quase chegou ao segundo com João Cancelo. Após nova jogada de Feghouli, o português finalizou com muito perigo à meta de Juan Carlos.

Aos 26 minutos, Parejo lançou André Gomes na área. O português fez grande jogada e tocou para a chegada do jovem lateral Gayà chutar com força para vencer o goleiro e ampliar o placar no Mestalla. Foi o primeiro gol do jovem lateral-esquerdo pelo time profissional.

Já no final da primeira etapa, o Córdoba começou a pressionar em busca de seu primeiro gol, mas pouco conseguia fazer. Porém, numa cobrança de escanteio, após confusão na área, Ghilas girou e finalizou. A bola bateu em André Gomes e obrigou Diego Alves a fazer grande defesa com os pés, evitando o gol.

Valencia não tem dificuldades para chegar ao terceiro gol e garante mais uma vitória

O segundo tempo começou com um ritmo mais lento que o do primeiro. Com a vantagem no placar, o Valencia optava por jogar com mais tranquilidade e apenas deixar o tempo passar. Já o Córdoba tentava criar chances de perigo mas não conseguia passar da defesa adversária. O Valencia seguia pressionando mesmo sem se esforçar, e em cobrança de escanteio Otamendi testou com força em cima de Juan Carlos

Valencia mais uma vez quase chegou ao terceiro gol após pressionar a saída de bola de Juan Carlos. O goleiro tirou mal a bola e André Gomes dominou e finalizou com força, chutando muito perto do gol. E de tanto pressionar, o Valencia chegou ao terceiro gol. Após lançamento de Cancelo, Carles Gil fez um grande passe para Feghouli finalizar cruzado sem chances para o goleiro, coroando sua grande atuação. Com o terceiro gol, o time assumiu a liderança do campeonato.

E o Valencia queria mais. André Gomes, em mais um chute de fora da área, quase fez o quarto. Orbán, minutos depois, cruzou na medida para Paco finalizar em cima do goleiro, desperdiçando mais uma grande chance para a equipe da casa. Já nos minutos finais, a equipe decidiu tirar o pé e apenas esperar o apito final do árbitro.

VAVEL Logo