Bayern recebe Barcelona buscando reverter vantagem nas semifinais da Uefa Champions League

Buscando uma histórica virada, o Bayern recebe o Barcelona na tarde desta terça-feira às 15h45 no Allianz Arena. Pra reverter a vantagem o time de Pep Guardiola deverá vencer por 4 a 0, já que perdeu a primeira partida por 3 a 0.

Para o jogo, o técnico Guardiola se diz realista e difere a virada contra o Porto para a virada que o time deverá aplicar no Barcelona caso queira a classificação. Do outro lado, o técnico Luis Enrique diz que, apesar de jogar fora de casa, deve fazer um bom jogo e ficar com a bola tanto quanto puder.

Quem vencer no placar geral deverá se classificar para a final da competição que acontecerá em Berlim.

A sinceridade de Pep Guardiola

Sendo direto, o técnico da equipe alemã falou nesta segunda sobre o duelo. Para ele, a virada caso aconteça deverá ser diferente da virada aplicada no Porto. "Sou realista. É bem diferente o 3 a 0 do Barcelona do que o 3 a 1 que levamos do Porto. É um desafio, mas um estímulo também. Na Alemanha estamos acostumados a um futebol de ataque e contra-ataque, mas contra o Barça é muito perigoso. Na ida, quando nos desorganizamos, eles marcaram" - comentou o técnico.

Pep ainda afirmou sobre o principal objetivo de sua equipe que é se manter com a posse, que levaria a equipe a criar chances. Mas falou que a equipe deverá agir com mais cautela. "Não podemos sair desesperadamente atrás de fazer os gols. Somos bons, mas o Barcelona é muito bom, e também o é no contra-ataque. Estamos com um 3 a 0 contra o melhor time dos últimos 15 anos" - complementou o treinador.

Barcelona sem facilidade

Para Luis Enrique, o placar de 3 a 0 no primeiro jogo não diz tanta coisa. O técnico afirmou em coletiva que a equipe culé não deverá entrar relaxada ou encantada pelo placar da primeira partida.Para ele, a equipe deverá fazer uma partida com mais chances e focada, sem nenhum jogo estranho. "Vamos tentar fazer uma partida como a de ida e gerar mais chances que eles novamente. Queremos jogar com a bola e não nos interessa um jogo maluco. Vamos tentar também utilizar os espaços que eles vão deixar quando tentarem marcar os gols que precisam - comentou Lucho.

O treinador ainda falou sobre a motivação do rival e sobre o que a equipe é capaz. "Eles vêm de uma eliminatória em que conseguiram virar e os gols sobraram. Já fizeram isso, portanto, sabemos que vamos sofrer. Tentaremos fazer como foi na ida, em que criamos mais oportunidades do que eles" - complementou o técnico.

VAVEL Logo