Wenger reconhece erros na goleada sofrida para Bayern: "Fomos muito mal defensivamente"

Após uma derrota massacrante sofrida pelo Arsenal para o Bayern de Munique na Allianz Arena nesta quarta-feira (4), a classificação dos Gunners para a próxima fase da Champions League ficou bastante complicada. Os ingleses foram à Alemanha e saíram de lá com uma derrota de 5-1 na bagagem.  Além do resultado, o jogo em foi completamente dominado pelo time da casa. No total, foram 23 chutes dados pelo time Bávaro, contra apenas 8 dados pelo Arsenal.

Os vice-líderes da Premier League agora precisão ganhar os dois jogos que restam e torcer para duas vitórias do Bayern. Para Wenger os desfalques dificultaram uma possível vitória do Arsenal. No total, foram 10 desfalques, incluindo Koscielny, que foi colocado no banco de última hora por precaução, já que os Gunners tem um ‘North London Derby’ (Como é conhecido o clássico da cidade contra o Tottenham) no domingo pela Premier League.

“Temos que dar crédito ao Bayern por sua qualidade, mas fizemos as coisas mais fáceis para eles. Fomos mal defensivamente. O engraçado é que quando fomos ao ataque criamos boas chances. Tivemos a chance de marcar no início mas com uma performance defensiva como essa você não vai a lugar nenhum” Alegou Arsène Wenger. “Ainda temos chance de classificar. O Olympiakos tem que perder aqui, temos que ganhar do Dínamo de Zagreb e depois quando jogarmos com o Olympiacos na Grécia. É uma chance pequena mas é uma chance real. Temos que perceber que o jeito como jogamos hoje diminui nossa chance”, continuou o técnico.

Um dos pontos baixos do Arsenal no jogo desta quarta, certamente foi a lateral direita com Debuchy, que, definitivamente perdeu seu lugar de titular para o jovem espanhol Bellerín. Partindo desse ponto de vista, Wenger não deu uma boa notícia para os Gunners diante do clássico mais importante para os torcedores. “Não acho que Bellerín vai estar disponível para o domingo, mas tem uma pequena chance de isso acontecer” Disse Wenger. “Não fomos bons o suficiente e teremos que focar no próximo jogo. Vivemos num mundo que temos que ver a realidade”, finalizou.

VAVEL Logo