Hungria supera Noruega e sai em vantagem na repescagem da Eurocopa
Foto: Divulgação/Uefa

No mesmo dia em que perdeu o experiente goleiro Márton Fülop, de 32 anos, para o câncer, a Hungria parou para acompanhar um compromisso importante para a seleção do país. Os Magyars visitaram a Noruega no Ullevaal Stadion, em Oslo, pelo jogo de ida da repescagem da Eurocopa de 2016. A seleção comandada por Bernd Stock não se intimidou com a pressão da torcida adversária e venceu pelo placar mínimo. Um grande alento para uma nação que amanheceu enlutada. 

Um dos destaques da peleja disputada na capital norueguesa foi o goleiro Gábor Király, que chegou à marca de 100 partidas pela seleção nacional e agora está a um jogo de alcançar o recorde pertencente ao ex-meia József Bozsik. O veterano de 39 anos fez grandes defesas em finalizações de Skjelbred, Søderlund e Johansen. Quando falhou, o arqueiro viu o lateral-direito Attila Fiola salvar o selecionado húngaro em cima da linha.

O herói da noite foi o meia László Kleinheisler. No primeiro jogo pela seleção de seu país, o jovem de 21 anos anotou o gol da vitória. Aos 26 minutos da primeira etapa, o jogador do Videoton recebeu a bola na área, finalizou e contou com uma falha do goleiro Nyland para se consagrar. Estreia dos sonhos para o meio-campista.

O resultado deixa os húngaros a um empate do que seria o retorno à principal competição europeia depois de 43 anos de ausência. A última participação ocorreu em 1972, na Bélgica, quando a seleção do Leste Europeu ficou em quarto lugar. Já os noruegueses precisam de qualquer vitória diferente de 1 a 0 para conquistar a vaga na competição cuja única participação se deu há 15 anos. Em 2000, na Bélgica e na Holanda, os nórdicos caíram na fase de grupos. Caso o escrete de Per-Mathias Høgmo devolva o revés da ida, o embate irá para a prorrogação.

As equipes se reencontram no próximo domingo (15), às 17h45, horário de Brasília. O palco do duelo será a Groupama Arena, em Budapeste.

VAVEL Logo