Hummels revela que não pediu para jogar no Bayern: "Maior pedaço de bobagem que já ouvi"

Nos últimos dias, muito se falou sobre a possível transferência do zagueiro Mats Hummels, atualmente no Borussia Dortmund, para o maior rival Bayern de Munique. Os rumores estão custando caro para o atleta, que está sendo considerado um traidor pela torcida aurinegra.

Hummels esteve em campo nesse sábado (30), na goleada sobre o Wolfsburg, pela 32ª rodada da Bundesliga. O zagueiro foi vaiado pela torcida do Dortmund todas as vezes em que tocou na bola e, além disso, parte da muralha amarela levou faixas e cartazes para o estádio, em protesto à saída do zagueiro.

Após o confronto, o defensor de 27 anos conversou com jornalistas presentes no Signal Iduna Park e afirmou que pensa em deixar o clube, mas que em momento algum declarou interesse em se transferir para o Bayern de Munique, clube que o revelou. "Eu não me ofereci em lugar nenhum. Esse é o maior pedaço de bobagem que eu já ouvi", afirmou Hummels.

(Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images)
Aurinegros protestaram à possível saída do zagueiro (Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images)

Recentemente, o empresário e pai do atleta, Hermann Hummels disse ao jornal alemão Bild, que o jogador continuará atuando na Europa e revelou que a possível transferência para o Bayern de Munique não será descartada. "Não excluímos nada, nem uma mudança para o Barcelona e nem para o Bayern de Munique. Apenas digo que ele seguramente irá jogar na Europa na próxima temporada. Suponho que a decisão sairá antes do fim da temporada, pois não faz sentido que isso siga durante a preparação para a Eurocopa", declarou o representante.

Mats Hummels chegou ao Borussia Dortmund em 2008, contratado por empréstimo junto ao Bayern de Munique. O zagueiro logo mostrou potencial e foi comprado definitivamente, por € 4,2 milhoes, cerca de R$ 16,5 milhões. Atualmente, segundo informações que veiculam na imprensa alemã, o clube que se interessar no atleta terá que desembolsar aproximadamente € 30 milhões, cerca de R$ 120,3 milhões.

O diretor do Dortmund, Hans-Joachim Watzke, revelou que o clube está disposto a liberar o atleta no fim da temporada, desde que o valor desejado seja pago. "Proibir Hummels de sair seria mesquinho da nossa parte. Temos de aceitar que alguém que representa o Dortmund a oito temporadas e que está próximo dos 28 anos comece a pensar no futuro. No entanto, se não estiverem dispostos a pagar muito dinheiro por ele, Mats tem contrato com o Dortmund e tenho a certeza de que não teria problemas em continuar no nosso clube", afirmou.

Hummels tem contrato com o Dortmund até junho de 2017, ou seja, se o atleta não for vendido ou não estender seu vínculo com o clube, poderá sair sem custos no fim da próxima temporada. "Sempre temos soluções e vamos encontrar soluções novamente", disse Watzke. "Não importa o que um jogador decida fazer, temos mostrado nos últimos cinco anos que podemos substituir todos", acrescentou o dirigente.

(Foto: Alex Grimm/Getty Images)
O Bayern de Munique tem interesse no defensor (Foto: Alex Grimm/Getty Images)

Recentemente o Bayern de Munique, através do diretor executivo Karl-Heinz Rummenigge, confirmou o interesse do clube bávaro na contratação do atleta. "Basicamente, posso confirmar que começamos a tratar essa questão com Watzke e Hummels", disse o diretor.

O cartola também tentou esclarecer os comentários feitos pelo presidente do Bayern, Uli Hoeness, que geraram toda polêmica, especulação e revolta em torno da transferência do atleta. "Talvez Uli não entendeu isso corretamente. Estávamos batendo em sua porta, não foi o Hummels que bateu à nossa porta. Mats não se moveu ofensivamente em relação a nós, mas perguntamos se ele poderia imaginar-se assinando com o Bayern", concluiu Rummenigge.

VAVEL Logo