Wenger garante discutir futuro de Sánchez e Özil no Arsenal apenas no fim da temporada

Alexis Sánchez e Mesut Özil são dois tipos de jogadores que qualquer time no mundo iria gostar de contar com seus esforços. Ambos têm sido essenciais para as temporadas do Arsenal nos últimos anos, mas problemas com a falta de conquistas colocaram um questionamento na cabeça dos dois sobre suas renovações de contratos. O treinador dos Gunners, Arsène Wenger, disse em entrevista que irá discutir o assunto com os jogadores só no fim da temporada. 

A decisão do treinador francês, no entanto, veio em um momento conturbado em relação à união do elenco Gunner. Sánchez e Özil já demonstraram suas frustrações com a falta de conquistas com o clube e as goleadas sofridas ao longo das temporadas, sendo algo contínuo. O camisa 11, inclusive, disse em janeiro que só iria conversar sobre renovação de contrato com o clube depois que a situação da saída ou não de Wenger se resolvesse.

O técnico falou sobre a renovação dos dois jogadores quando perguntado pela beIN Sports. "Não chegamos a um acordo com Sánchez no momento. Decidimos focar no fim da temporada e conversar sobre a renovação no verão [europeu]. O mesmo acontece com Özil, uma vez que você não chega a um acordo, aí é preciso deixar de lado e focar no futebol", explicou o francês. Vale lembrar que Wenger havia dito anteriormente que preferia ver os dois saindo de graça em 2018 do que vendê-los neste ano.

Arsène, por sua vez, rebateu as críticas que andou recebendo nos últimos tempos apelando para sua história com o clube. "Se você comparar o Arsenal como era quando eu cheguei e como está agora, posso dizer que estou bem orgulhoso do que fiz aqui. Depois disso, vivemos em um período que a demanda por conquistas aumentou, e eu entendo isso. Mas eu guiei esse clube durante um longo período difícil, sempre conseguindo o melhor", lembrou. 

VAVEL Logo