Mourinho comemora virada do United, mas aponta: "Cometemos muitos erros"

O Manchester United venceu de virada a equipe do Crystal Palace por 3 a 2, nesta segunda-feira (5), no Selhurst Park. O treinador da equipe, o português José Mourinho, avaliou a partida como "fantástica", além de ser "uma vitória muito importante".

"Eu acho que Palace merece parabéns, porque uma partida como essa só é possível com duas equipes. Eu diria que era com três, pois o árbitro queria manter a intensidade do jogo em andamento. Foi uma partida fantástica, difícil para mim porque minha equipe cometeu muitos erros. Nós jogamos um futebol de muito boa qualidade no segundo tempo, mas cometemos muitos erros defensivos."

"Não gosto que as minhas equipes percam a organização, como fizemos, mas foi uma partida incrível e uma vitória muito importante para nós. O segundo gol deles tornou as coisas muito mais difíceis para nós, mas o gol de Chris Smalling foi muito importante. Eu sempre acredito que podemos ganhar. Eu serei assim até meu último dia. Alguns dias mais do que outros, mas depois do gol de Smalling, eu sempre pensei que era possível."

Ele também comentou sobre a situação quando o time perdia por 2 a 0, elogiando muito a postura da equipe, e comentando que sorte também se faz necessária para vencer jogos no fim.

"Esse horrível e infantil segundo gol mudou tudo, mass os jogadores mantiveram uma atitude incrível. Juan Mata estava encontrando espaços por dentro, Marcus Rashford estava aberto pela esquerda e trouxe a defesa para trás para nos dar mais espaço no meio. Você sempre precisa de um pouco de sorte para ganhar uma partida nos últimos minutos".

O português falou ainda sobre a conversa no vestiário durante o intervalo e reiterou a grande importância da forma como a partida foi vencida.

"Eu não posso dizer a metade das coisas que eu disse à minha equipe no intervalo, porque haveria muita audiência na televisão. Mas o que posso dizer sobre o posicionamento tático. Para voltar de um 2 a 0, longe de casa, contra uma equipe que está desesperada por pontos, isso nos dá um grande sentimento".

Mourinho elogiou também o técnico do adversário, dando o crédito a ele apesar do mesmo não ter vencido a partida.

"Roy Hodgson merece crédito porque seu plano de jogo era agressivo e forte. Ele tinha uma intenção, e ele sabia quando deveria atacar com futebol direto. Eu acho que ele estava muito bem. Normalmente, o vencedor obtém o crédito, mas acho que Roy merece."

Por fim, comentou sobre toda a pressão para finalizar o campeonato em primeiro, comentando sobre o desejo de permanecer em segundo até fim, reforçando também que agora a equipe terá um pequeno descanso depois de vencer, afirmando que até um empate não seria de todo mal em vista da vantagem adversária.

"Queremos terminar em segundo lugar, mas é uma enorme pressão para nós terminarmos nos quatro primeiros. Agora temos um pequeno descanso. Mesmo um ponto teria sido bom para nós esta noite depois de estar 2-0 atrás ", completou. 

VAVEL Logo