Técnico do Bilbao, Ziganda lamenta eliminação na UEL: "Tivemos muitas dificuldades"

Nesta quinta-feira (15), o Athletic de Bilbao recebeu o Olympique de Marseille pelo jogo de volta das oitavas-de-final da Europa League. Na França, os espanhóis foram facilmente derrotados por 3 a 1 e na volta não foi diferente: 2 a 1 para o adversário, fora o belo futebol demonstrado. Com o resultado, o Bilbao está desclassificado da competição e o cargo do técnico José Angel Ziganda ficou ameaçado.

Quem achou que os franceses fossem para a partida para jogar com o regulamento, muito se enganou. Além de terminar com a vitória, os classificados da noite dominaram a partida desde o primeiro minuto. Ziganda elogiou o time adversário: "Com o 0-0, tentamos aparecer no jogo, ver se conseguíamos tomar a iniciativa, mas eles (Marselha) foram superior em ambos os jogos. Tivemos muitas dificuldades até enquanto estava empatado, isso nos complicou. Não conseguimos colocá-lo em perigo.", resumiu.

Ainda sobre a partida, o técnico ressaltou os desfalques que sofreu, ao contrário do rival: "Estou desapontado, mas é um jogo. O adversário também joga e tem alto nível, eles podem te eliminar. Quando você passa de fase, tem rivais mais poderosos. Fomos muito longe. Você tem que estar em um bom momento. No total, tivemos muitos problemas e o adversário foi diferente. Ele mostrou sua superioridade".

O baixo desempenho decepcionou os torcedores que foram até o San Mamés para prestigiar o time. O público de quase 50 mil pessoas apoiou durante todo o jogo, mas no final não faltaram críticas. O ponto mais destacado é a falta de organização ofensiva, onde muitos relatam parecer que o time não sabe o que está fazendo em campo. Ao ser perguntado sobre os julgamentos, José elogiou os fãs do clube: "Não gosto das ofensas, mas o público tem estado ao nosso lado, tentou nos apoiar quando tivemos possibilidades. No final, é normal que isso aconteça e é justo demonstrarem sua angústia."

Agora, o Athletic volta seu objetivos para a La Liga. Apenas na 12ª colocação, com 35 pontos, a equipe do País Basco está a nove pontos da busca por uma vaga na próxima edição da competiçao internacional, onde o Villarreal ocupa a sexta posição do campeonato local. A reação não vai ser fácil, começando pelo próximo jogo. No próximo domingo (18), pela 29ª rodada, os Leões enfrentam o Barcelona, líder do torneio, no Camp Nou.

Torcida do Bilbao deu show nas arquibancadas. Foto:(David S. Bustamante/Getty Images)
Torcida do Bilbao deu show nas arquibancadas. Foto:(David S. Bustamante/Getty Images)

Outros pontos da entrevista: 

José Angel Ziganda, técnico

- Permanência no cargo:  Não penso nisso agora. Minha cabeça está voltada somente para o Barcelona, no próximo domingo.

- Futuro na temporada: "Ainda resta um quarto da liga. Vamos tentar reerguer o clube, jogadores e torcida. A partir daí, temos de ter a gana de batalhar e ganhar todas as partidas. A temporada não acaba em março. Até o fim, iremos fazer o melhor possível para estar o mais acima possível. Não desistiremos de nada."

- Rendimento da equipe: "Estou convencido de que temos mais a demonstrar. Nos falta regularidade. Tivemos uma sequência forte de jogos, desgastante, com muita mudança de jogos e competições."

- Lesão de Mikel Rico: "Fomos para o tudo ou nada. Sabíamos que não estava 100%, mas era necessário arriscar. Acabamos sendo infelizes em todos os sentidos."

VAVEL Logo