Em repetição da final de 1984, Liverpool e Roma abrem semifinais da Champions League

Em repetição da final de 1984, Liverpool e Roma abrem semifinais da Champions League

Enquanto ingleses seguem na busca de seu sexto troféu no torneio, italianos querem vingança da final de 1984 e sonham com título inédito

Caio__Vinicius
Caio Vinicius

A atual edição da Uefa Champions League está chegando em seus últimos capítulos. Nesta terça-feira (24), ás 15h45, Liverpool e Roma abrem as semifinais da competição europeia em busca de uma vaga na final.

Do lado inglês, o momento atual na temporada é bom. Apesar do empate por 2 a 2 com o West Bromwich em sua última partida, o Liverpool não perde há 5 jogos na Premier League e ocupa a terceira colocação com 71 pontos. 

Após a grande vitória sobre o Barcelona nas quartas de final, a Roma voltou com ânimo para a Serie A, mas a sequência de jogos pode prejudicar a equipe. Depois de um empate por 0 a 0 no Derby della Capitale, os giallorossi venceram Genoa e Spal e se mantiveram no terceiro lugar com 67 pontos, empatados com Lazio e sendo perseguidos de perto pela Internazionale.

Jogo marca o reencontro dos finalistas de 1984

Terceiro maior campeão da Champions League, com cinco títulos, o Liverpool terá de passar pelos italianos para chegar em sua oitava decisão no principal torneio continental da Europa. E foi justamente em uma dessas finais, há 34 anos atrás, em que os ingleses estiveram frente a frente com a Roma.

Ainda chamada de Taça dos Clubes Campeões Europeus, a edição de 1983-84 marcou a primeira final entre um clube da Inglaterra e um da Itália. No estádio Olimpico, os ingleses, que chegavam invictos na decisão, mostraram toda sua força e logo abriram o placar com o zagueiro Phil Neal aos 13 minutos. O empate veio ainda na primeira etapa, com o atacante Roberto Pruzzo igualando o placar para os romanistas.

Depois do empate se manter no segundo tempo e na prorrogação, o jogo foi para a disputa de pênaltis. Foi então que uma das cenas mais icônicas da história da competição aconteceu. Após uma penalidade perdida para cada lado, o quarto batedor da Roma, Francesco Graziani, foi para a bola. Já exausto, o goleiro que viria a se tornar uma lenda no Liverpool, Bruce Grobbelaar, começou a balançar as suas pernas antes da cobrança. O estranho movimento foi ridicularizado pelos torcedores, mas serviu de distração para o batedor italiano, que isolou a bola e acabou dando o título aos Reds.

Klopp ignora rótulo de azarão junto com a Roma e elogia as duas equipes

Em coletiva concedida nesta segunda, o técnico Jürgen Klopp se mostrou desconfortado quando questionado se Liverpool e Roma eram os azarões da semifinal. Para ele, as duas equipes mereceram chegar nessa fase.

"Eu amo o futebol porque tudo é possível. Roma fez com o Barcelona e nós fizemos algo similar com o City nos dois jogos, merecemos ganhar", afirmou o alemão."A Roma fez um trabalho incrível. Nós perdemos Coutinho, é difícil ter situações assim, mas nós continuamos a acreditar em nós. Se qualquer um acha que somos azarões, quem se importa? Nós dois estamos na semifinal", complementou.

Após uma lesão muscular, o lateral direito Nathanael Clyne voltou aos treinos e deve estar no banco. Por outro lado, o meia Adam Lallana, com uma lesão no tendão e o volante Emre Can, que teve uma fratura nas costas, desfalcam a equipe inglesa. Já fora da temporada, Joel Matip é outro que ficará ausente da semifinal.

Provável XI: Karius; Alexander-Arnold, Lovren, Van Dijk e Robertson; Henderson, Milner e Oxlade-Chamberlain; Mane, Salah e Firmino.

Di Francesco diz que Roma vai impor seu jogo em Anfield

Em coletiva de imprensa para o jogo desta terça-feira (24), o técnico romanista Eusebio Di Francesco afirmou que o time não vai abandonar seu estilo diante dos ingleses e elogiou o comandante adversário.

"A ideia é sermos compactos como uma equipe. Gosto muito da filosofia do Klopp. Vou jogar contra um time que tem um grande treinador, mas confio na minha própria filosofia de jogo. Klopp já ganhou muitos títulos em sua carreira, mas nós queremos estar na final", disse o treinador.

Contratado junto a Roma na última janela, Mohamed Salah tem feito temporada espetacular pelo Liverpool e junto com Roberto Firmino e Sadio Mané, formam um trio de ataque que já marcou 23 nesta Champions League. Questionado sobre o egípcio, Di Francesco respondeu de forma direta.

"Não preparamos o jogo com base no Salah. Obviamente focamos nos melhores jogadores do Liverpool, mas não apenas nele."

Com uma lesão no joelho, o lateral direito Phil Karsdorp desfalca a Roma para esta partida. Outro que ficará ausente é o atacante francês Gregoire Defrel, que terá de realizar uma cirurgia no joelho e deve ficar de fora do restante da temporada.

Provável XI: Alisson; Florenzi, Manolas, Juan, Fazio e Kolarov; De Rossi, Nainggolan Strootman e Under; Dzeko.

VAVEL Logo
CHAT