Tuchel se rende à primeira atuação do trio MCN: "Nossos atacantes são heróis"
(Divulgação: PSG Inside/Twitter)

Com 100% de aproveitamento na Ligue 1, o técnico alemão Thomas Tuchel finalmente conseguiu escalar seus principais jogadores desde o começo da partida, o que inclui o badalado trio de ataque – Mbappé, Neymar e Cavani. E foram esses três que decidiram a partida para o Paris Saint Germain na tarde de hoje.

Característica frequentemente vista em seus times, o esquema com 3 zagueiros e dois alas defensivos parece se repetir no PSG. E não para por aí: com o que foi visto em campo hoje, Tuchel ainda usou o zagueiro Marquinhos como um 1º volante, uma linha à frente de sua habitual posição. E sobre isso falou:

"Eu coloquei de volta a defesa para 3 (no segundo tempo). Não podemos parar uma ideia de jogo depois de um intervalo, e eu quero colocar Marquinhos como um sexto defensor", afirmou Tuchel.

Depois de um primeiro tempo fraco, o treinador do PSG admitiu que o esquema com 3 zagueiros foi testado “de uma forma diferente” na segunda etapa:

"Eu tinha que conhecer meu time um pouco melhor, ver outros sistemas. Nós tentamos coisas diferentes. O sistema com três zagueiros vai voltar, não é em um primeiro tempo que vai enterrá-lo!", disse o treinador.

Em sua coletiva, perguntado diversas vezes sobre o abismo técnico que seus três atacantes podem proporcionar jogando juntos, Thomas Tuchel falou:

"Nossos atacantes são heróis. Tê-los nos faz um time diferenciado e faz de mim uma pessoa sortuda", brincou o alemão.

 

VAVEL Logo