Irritado, Gasperini cita 'batalha contra a mídia' após eliminação da Atalanta
(Divulgação/Atalanta)

Irritado, Gasperini cita 'batalha contra a mídia' após eliminação da Atalanta

Técnico comentou derrota na UEL e negou que seja sua pior fase no clube italiano

Caio__Vinicius
Caio Vinicius

Após a eliminação da Atalanta na Uefa Europa League nesta quinta-feira (30), diante do Copenhague, o técnico Piero Gasperini concedeu coletiva e visivelmente irritado, falo sobre a dolorosa derrota de sua equipe nos pênaltis.

"As eliminatórias são assim, são diferentes em uma situação de liga ou grupo onde você sempre tem tempo para compensar os erros", disse o treinador.

+ Confira as ofertas de nosso parceiro FutFanatics

Os italianos foram os líderes das ações durante praticamente todo o jogo. Foram mais de 15 finalizações contra apenas 7 dos leões, além da maior posse de bola. O comandante se disse decepcionado com a falta de pontaria, mas não se arrepende da estratégia que teve diante do time dinamarquês.

"Nestas partidas, o que conta é uma cabeça fria, mente afiada e determinação para marcar. Não conseguimos fazer um gol em 30 situações", declarou.

“Acho que esse time tentou de tudo para conseguir marcar nas duas partidas e defendeu bem nas poucas ocasiões em que Copenhague foi perigoso. Nosso único erro foi não converter nenhuma dessas muitas chances. Estamos desapontados, mas não arrependidos”, concluiu.

Questionado se esse era seu pior momento no comando da La Dea, o treinador rebateu e se mostrou enraivecido diante da pergunta. De acordo com ele, as críticas sobre seu trabalho e o desempenho atual não possuem nexo.

“Talvez você não se lembre dos cinco primeiros jogos, quando pareceu um desastre. Não vamos exagerar aqui, pois a Atalanta deu alguns saltos nos últimos anos", afirmou.

“É uma batalha constante com a mídia, porque você me diz que esta é a mais forte equipe da Atalanta na história, mas você pode jogar apenas 11 de cada vez. Não tenho 26 em campo e me esforço para treiná-los", acrescentou.

“Há muitos times fortes na Série A e acho que temos uma boa equipe. O que você quer que eu te diga? Que estamos indo para um lugar na Liga dos Campeões? Você me dá os objetivos agora", rebateu.

Seguindo o gancho sobre o elenco do time italiano, Gasperini ironizou uma das questões da coletiva, respondendo diretamente o jornalista que havia perguntado sobre um possível racha entre os jogadores após a eliminação.

“Se o elenco for forte significa reclamações se uma joga e outra não, então isso se torna um problema. É a maneira perfeita de criar divisões dentro do grupo.", comentou.

“Eu jogo com 11 jogadores, 14 incluindo substitutos. Eu não posso ter sessões de treinamento de 14 contra 14. Eu só tenho que tentar me acostumar com isso da melhor maneira possível, mas eu aposto que este pequeno jogo de colocar jogadores um contra o outro na mídia vai continuar em toda a temporada", finalizou.

VAVEL Logo

    Itália Notícias

    há 4 dias
    há 5 dias
    há 8 dias
    há 8 dias
    há 10 dias
    há 11 dias
    há 11 dias
    há 11 dias
    há 18 dias
    há 18 dias
    há 18 dias