Ajax pressiona, mas é derrotado no final pelo Real Madrid, na Champions League
O Real Madrid não fez sua melhor partida, mas foi eficaz na Holanda (Foto: Real Madrid)

Ajax pressiona, mas é derrotado no final pelo Real Madrid, na Champions League

Os holandeses fizeram uma boa partida e dominaram o primeiro tempo, mas a eficiência madrilenha foi soberana em Amsterdã

leo_silva997
Leonardo José

Na capital holandesa, o Ajax recebeu o Real Madrid em jogo válido pela ida das oitavas-de-final da UEFA Champions League 2018-19. Quem imaginava um pleno domínio dos atuais tricampeões se enganou. Os donos da casa jogaram com personalidade, não recuaram em nenhum momento, entretanto desperdiçaram chances. Enquanto isso, os visitantes foram cirúrgicos!

Pressão holandesa! Até os 12 minutos, o Real Madrid não conseguiu passar do meio de campo em situação confortável de posse de bola. O Ajax foi soberano durante toda a primeira parte por criar as melhores chances de gol e por não deixar os espanhóis com a bola.

A primeira grande chance do jogo foi com Tadic, que passou por Sergio Ramos e, desequilibrado, mandou na trave, aos 25.  Outro lance perigoso aconteceu numa finalização de Ziyech, aos 35, abafada já de dentro da área pelo goleiro belga Courtois. Logo depois, aos 37, Tagliafico marca de cabeça após rebote errôneo do arqueiro merengue. O gol não movimentou o placar porque o árbitro Damir Skomina, depois de analisar o lance com auxílio do VAR, assinalou impedimento de Tadic, que atrapalhou a disputa de Courtois. No final do jogo, o mesmo Tadic ainda tentou marcar o gol de abertura, mas o chute foi para fora. No mais, 0 a 0 ao fim do primeiro tempo.

Tradução: VAR na UCL: no 38º minuto do primeiro tempo de Ajax x Madrid, o gol de Nicolás Tagliafico foi anulado após revisão com VAR. O árbitro identificou que o companheiro de equipe de Tagliafico, Dusan Tadic, estava em posição de impedimento e interferiu o goleiro.

O Ajax terminou o primeiro tempo com 11 finalizações — inclusive bola na trave e gol anulado — contra cinco do Real Madrid.

A segunda metade do jogo começou aberta, com Benzema e David Neres tendo boas chances, mas ambas defendidas pelos goleiros, dentro dos seis minutos iniciais. Sem deixar o adversário dominar o jogo, os Godenzones (Filhos dos Deuses) mostraram vontade e garra na marcação. Só vontade não basta!

A eficiência espanhola fez valer após bela arrancada de Vinícius Júnior pela esquerda. O garoto driblou dois defensores, invadiu a área e passou para Benzema bater de chapa, cruzado, no canto superior direito de Onana, abrindo o placar aos 15 minutos (0 a 1). Mesmo com o gol, o técnico Erik ten Hag tirou um volante e colocou um atacante. Surtiu efeito, pois aos 30, Ziyech empatou em contra-ataque, com assistência do brasileiro David Neres (1 a 1).

Sem se contentar com o empate, o Ajax ainda tentou armar ataques, mas, novamente, a eficiência espanhola fez a diferença. Em contra-ataque, aos 42, Carvajal recebe na direita e cruza na medida, atravessando a área. A bola encontra Asensio — que entrou no lugar de Benzema aos 28 minutos — do outro lado, que só empurra para as redes (1 a 2). O Ajax reclamou de falta de Vázquez sobre De Jong na origem da jogada, mas o juiz não deu nada. Depois disso, Dolberg foi lançado por David Neres na área, Sergio Ramos chegou junto e o atrapalhou na conclusão. Courtois, caído, deu um tapinha para evitar o empate.

Dia 5 de março, às 17h (de Brasília), Real e Ajax voltam a se enfrentar pela Champions League. No Santiago Bernabéu, os espanhóis podem perder por até 1 a 0 que ainda se classificam.

Agora, o próximo jogo do Real Madrid é contra o Girona, no Bernabéu, pela 24ª rodada da La Liga, às 8h (de Brasília) do domingo (17). O Ajax também joga em casa e no mesmo domingo, às 8h15, contra o NAC, pela 22ª rodada da Eredivisie.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo