Alvo de racismo, Kean é repreendido por Bonucci pela provocação a torcida adversária
Foto:Divulgação/Juventus

Alvo de racismo, Kean é repreendido por Bonucci pela provocação a torcida adversária

Um dos líderes do elenco da Juventus, zagueiro deu declaração polêmica sobre o episódio

wesley-silva
Wesley Silvali

O atacante Kean continua dando o que falar na Itália. Alvo de mais um  caso de racismo envolvendo o futebol europeu e italiano, o jovem atacante vive uma semana em que, atipicamente, não se falam mais do seu brilho e de seus gols, mas sim do episódio que ele vivenciou em Cagliari, quando a torcida do time local entoou gritos racista contra o atleta.

Como "resposta" aos insultos, Kean marcou o gol que sacramentaria a vitória da Juventus e provocou a torcida de volta. Depois finalizar com sucesso, Kean comemorou o tento indo em direção aos torcedores do Cagliari e ficou parado, encarando-os até que os seus companheiros chegassem e o afastassem. 

A forma que Kean reagiu repercutiu de várias maneiras. Tendo a maioria apoiado a jovem sensação de Turim e já jogador da Seleção. Mas, de onde menos esperava, veio uma declaração polêmica. Um dos líderes do elenco da Juventus, e também jogador da Azurra, o zagueiro Bonucci dispensou o discurso clichê e pôs parte da culpa do que aconteceu no próprio Kean, que foi a vitima. 

"Quando ele faz um gol sabe que tem que comemorar com seus companheiros. Acho que ele tem 50% de culpa pelo o que aconteceu. Não tinha que fazer uma comemoração provocando a torcida adversária. Ao mesmo tempo, acredito que os torcedores não teriam reagido daquela forma".

VAVEL Logo